MENU

Justiça não concede habeas corpus para suposto chefe de cambistas

fonte: Globo.com

Atualizado: Sexta-feira, 11 Julho de 2014 as 8:38

cadeoaO Plantão Judiciário do Rio negou habeas corpus pedido pelo advogado do britânico Raymond Whelan, ex-diretor-executivo da empresa Match Services, empresa ligada à Fifa. A expectativa era que ele se apresentasse à 18ª DP (Praça da Bandeira) durante a madrugada desta sexta-feira, mas até as 6 horas da manhã não foi o que aconteceu. Raymond Whealen, portanto, é considerado foragido pela polícia. Investigadores da delegacia responsável pelo caso permanecem buscando informações sobre o paradeiro do acusado.

Raymond teve a prisão preventiva decretada na tarde desta quinta-feira. Acusado de ser um dos chefes de uma quadrilha internacional de cambistas desbaratada pela polícia, ele chegou a ser preso na segunda-feira mas foi solto 12 horas depois por força de um habeas corpus. De acordo com o delegado Fábio Barucke, titular da 18ª DP (Praça da Bandeira) e responsável pelas investigações, imagens do circuito interno de segurança do hotel mostram Whelan saindo pela porta lateral usada por funcionários, que dá acesso à Rua Rodolfo Dantas, pouco antes da chegada da polícia. Ele estava acompanhado do advogado Fernando Fernandes

veja também