MENU

Manutenção do Sistema Guandu paralisa fornecimento de água no Rio

Sistema Guandu foi paralisado para manutenção preventiva. Fornecimento de água pode demorar até 72h para ser normalizado.

fonte: Globo.com

Atualizado: Quarta-feira, 19 Novembro de 2014 as 7:48

Manutenção do Sistema Guandu paralisa fornecimento de água no RioCom o Sistema Guandu paralisado para manutenção da rede, o abastecimento de água pode ser comprometido no Rio nesta quarta-feira (19). De acordo com a Cedae, a manutenção preventiva tem como objetivo evitar a falta de água durante o verão. Na parada, os técnicos vão aproveitar também para interligar uma etapa de uma nova adutora da companhia. Ao todo, três mil operários vão trabalhar nessas manobras na Região Metropolitana, segundo a Cedae.

A nova adutora faz parte do projeto para aumentar a oferta de água em bairros de Jacarepaguá e Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Para as operações está prevista uma paralisação do abastecimento de água por 24 horas. Mas o desabastecimento pode chegar a 72 horas em localidades da ponta do sistema, como bairros em áreas isoladas ou localidades mais altas.

A Cedae preparou um esquema para fornecer água através de carros-pipa para hospitais e outros órgãos de atendimento essencial.

O Guandu é a maior estação de tratamento do mundo. De lá saem 43 mil litros de água tratada por segundo para atender nove milhōes de pessoas do Rio e da Baixada Fluminense.

Os preparativos para o serviço de manutenção do Guandu começaram na segunda-feira (17) com a troca de duas importantes válvulas do sistema. Conforme mostrou o RJTV, um dos equipamentos fica na elevatória de água tratada. A outra válvula, está localizada na elevatória de água bruta. Os técnicos também vão rastrear os vazamentos e fazer inspeções nos túneis dos reservatórios subterrâneos para que sejam realizados reparos no sistema.

“Normalmente, esta paralisação é uma vez por ano e serve para fazer uma série de manutenções preventivas e evitar paralisações em uma época de alto consumo. Para ter um bom abastecimento ao longo de um ano, é preciso fazer manutenção”, afirmou Edes Oliveira, gerente da Estação do Guandu.

Prédios se preparam para economizar água
Os moradores de mais de 130 apartamentos de um prédio no Méier, na Zona Norte do Rio, receberam um aviso do síndico para economizar água durante o período de manutenção do sistema Guandu.

De acordo com Luiz Fernando Rodrigues, síndico do edifício, é importante evitar o desperdício. “Nós vamos apresentar para os moradores um planejamento, principalmente para quarta (19) e quinta (20), que são os dias mais críticos”.

Segundo a Cedae, as medidas vão melhorar a distribuição de água no período do verão e evitar ações emergenciais. “As pessoas podem deixar suas cisternas e seus reservatórios cheios e economizar água com ações simples, como só lavar roupa se for extremamente necessário, não lavar carros, não regar jardins. Usar só a água das caixas d’água, de maneira racional” completou Edes.

veja também