MENU

Mesmo com chuva, nível da Cantareira continua caindo e chega a 3,5%

Chuva foi fraca em São Paulo, mas teve bom índice sobre o Cantareira. No domingo, São Paulo registrou calor de 35,8ºC.

fonte: Globo.com

Atualizado: Segunda-feira, 20 Outubro de 2014 as 1:08

O Sistema Cantareira baixou para 3,5% nesta segunda-feira (19) mesmo com a chuva de domingo (19). Antes, no fim de semana, o sistema tinha 3,6%. De acordo com a Sabesp, o Sistema Cantareira foi o que teve a maior pluviometria acumulada, com 23,9 mm. Além disso, o Sistema Alto Tietê registru 7,4mm, o Sistema Guarapiranga, 4mm, Sistema Alto Cotia, 5mm, Sistema Rio Grande, 1,4mm e Sistema Rio Claro, 5,8mm.

No domingo, depois de os termômetros marcarem 35,8ºC, diversas regiões da cidade receberam chuva resultante da chegada de uma frente fria. De acordo com a Climatempo, a partir desta segunda-feira (20) a atmosfera deve ficar mais úmida e o ar quente e seco, que prevaleceu ao longo deste fim de semana no Sudeste e parte do Sul do país, perde força.

A tendência é que novas frentes frias estacionem sobre essas regiões e provoquem chuvas, mas sem grandes acumulados de precipitação.

Entre segunda e sábado, a previsão é que chova na Grande São Paulo entre 10 milímetros e 20 milímetros.

Nesta segunda, a previsão é de garoa o dia todo na capital paulista, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, o Inmet. A mínima fica em 17ºC e a máxima não deve passar de 24ºC.

Para outubro, a meteorologia espera que o nível de chuva seja menor ou igual a 127 mm, média do mês em anos anteriores.

O total, segundo Vitor Kratz, meteorologista da Climatempo, não será suficiente para encher os níveis do reservatórios que formam o Sistema Cantareira, que opera com 3,6% da capacidade de abastecimento, segundo balanço divulgado pela Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo (Sabesp) deste domingo.


veja também