MENU

Nível do sistema Cantareira sobe de 9,5% para 10% nesta sexta-feira

Apesar das altas, represas ainda não recuperaram nem o 2º volume morto. Outros quatro mananciais que atendem a Grande SP também subiram.

fonte: globo.com

Atualizado: Sexta-feira, 20 Fevereiro de 2015 as 4:45

O nível do sistema Cantareira manteve a sequência de altas de fevereiro e subiu pela 15ª vez seguida nesta sexta-feira (20), passando de 9,5% para 10,0%, segundo a Sabesp. O número é o dobro do registrado no dia 1º, quando os reservatórios estavam em 5%, mas não cobre nem a segunda cota do volume morto, que acrescentou 10,7 pontos percentuais ao sistema em outubro passado.

O reservatório, que abastece 6,2 milhões de pessoas na Grande São Paulo, têm recebido chuvas constantes e já superou a média histórica do mês em 33,8%. No entanto, o risco de racionamento não está descartado e consumidores enfrentam a redução de pressão nas torneiras realizada pela Sabesp.

Segundo a companhia, quando o Cantareira atingir 10,7%, numericamente o sistema terá recuperado a segunda cota e entrará no primeiro volume morto, que vai até 18,5% do nível total. "Isto quer dizer que quando o sistema chegar 29,2% voltará ao volume útil (10,7% + 18,5%)", informou a Sabesp em nota.

Outros sistemas
Os demais mananciais que atendem a Grande São paulo subiram. Apenas o Rio Grande manteve-se no mesmo nível da quinta-feira (19). O Alto Tietê, o mais crítico depois do Cantareira, manteve o ritmo de alta e chegou a 17,8%.

crítica e o racionamento não está descartado pelo governo. Apesar das recentes altas, o manancial ainda não recuperou nem o segundo volume morto, captado a partir de outubro, que representa 10,7% da capacidade do sistema.

Segundo a Sabesp, quando o Cantareira atingir 10,7%, numericamente o sistema terá recuperado a segunda cota e entrará no primeiro volume morto, que vai até 18,5% do nível total. "Isto quer dizer que quando o sistema chegar 29,2% voltará ao volume útil (10,7% + 18,5%)", informou a Sabesp em nota.

Aumento nos sistemas
Os demais sistemas também voltaram a apresentar alta, e o mais crítico deles, o Alto Tietê, segundo maior em capacidade de armazenamento, subiu de 16,3% para 17,2%.

A alta verificada no Cantareira é a 16ª alta de fevereiro e a 14ª consecutiva. O aumento do nível desde o começo do mês é de 4,5 pontos percentuais. As represas voltaram ao patamar do dia 23 de novembro de 2014, quando já era captada água do segundo volume morto.

Há exatamente um ano, o sistema tinha 18,2% do seu volume regular. À época nenhuma parte dos volumes mortos havia sido captada.

Multa
A Sabesp começou a entregar neste mês contas de água com multa para quem excedeu a média do consumo. A sobretaxa na conta foi autorizada pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) e a multa varia entre 40% e 100% para quem consumir mais água neste ano no comparativo entre fevereiro de 2013 e janeiro de 2014.

A multa foi de 40% para quem consumiu até 20% a mais do que a média do período anterior e a taxa foi de 100% para quem utilizou mais que 20%. A medida é válida somente na parte do gasto de água encanada, que representa metade do valor da conta. Os outros 50% são referentes ao serviço de coleta de esgoto.

veja também