MENU

Níveo de água das represas do sistema Cantareira cai para 3,3%

Índice pluviométrico acumulado desde segunda-feira (20) é de 0,5 mm. Na segunda-feira, sistema operava com 3,5%.

fonte: Globo.com

Atualizado: Terça-feira, 21 Outubro de 2014 as 2:56

O Sistema Cantareira baixou de 3,5% para 3,3% nesta terça-feira (21), batendo novo recorde histórico. O índice pluviométrico acumulado desde segunda-feira (20) é de 0,5 mm e não chegou a contribuir para a estabilização do nível do reservatório, que acumula quedas consecutivas.

Os sistemas Alto Tietê e Rio Grande acumularam os maiores índices pluviométricos de segunda para terça-feira: de 3,6 mm e 3,4 mm, respectivamente.

Fim de semana
No domingo (19), depois de os termômetros marcarem 35,8ºC, diversas regiões da cidade receberam chuva resultante da chegada de uma frente fria.

De acordo com a Sabesp, o Sistema Cantareira foi o que teve a maior pluviometria acumulada de domingo para segunda, com 23,9 mm.

Além disso, o Sistema Alto Tietê registrou 7,4mm, o Sistema Guarapiranga, 4mm, o Sistema Alto Cotia, 5 mm, o Sistema Rio Grande, 1,4 mm e o Sistema Rio Claro, 5,8 mm.

De acordo com a Climatempo, a partir desta segunda a atmosfera deve ficar mais úmida e o ar quente e seco, que prevaleceu ao longo deste fim de semana no Sudeste e parte do Sul do país, perde força. A tendência é que novas frentes frias estacionem sobre essas regiões e provoquem chuvas, mas sem grandes acumulados de precipitação.

 

veja também