MENU

No interior de São Paulo, mãe confessa que forjou sequestro do filho para dar criança a casal

Moradora de Sorocaba negociou doação da criança pela internet. Menino foi encontrado em Bragança Paulista (SP).

fonte: Globo.com

Atualizado: Sexta-feira, 17 Outubro de 2014 as 2:19

A mãe do menino de um ano e oito meses que estava desaparecido desde quarta-feira (15) e foi encontrado na noite de quinta (16), forjou o sequestro para ter uma história para contar à família. As informações são da Delegacia de Investigações Gerais de Sorocaba (SP), que esclareceu o caso na manhã desta sexta-feira (17). Segundo a polícia, Kayth Monique Pereira de Souza, de 19 anos, entregou o filho por livre e espontânea vontade a um casal de Bragança Paulista (SP), cidade a 145 quilômetros de distância, alegando não ter condições de sustentá-lo.

Na noite de quarta-feira, a mulher acionou a polícia para relatar que seu filho tinha sido sequestrado por um casal na porta de um supermercado na Zona Norte da cidade. No boletim de ocorrência registrado naquela noite, a mulher relatou que foi dopada pelo casal e deixada em uma praça no Centro da cidade. Ela também afirmou que, minutos depois, quando ainda estava sob efeito do medicamento dado pelos "sequestradores", foi estuprada por um homem ao ser confundida com uma prostituta.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, José Urban Filho, a história foi inventada para acobertar a doação do menino, negociada por três meses pela internet. "O casal está na fila de adoção em Bragança Paulista. A mulher postou em uma rede social o seu desejo de ser mãe e contou sua luta para engravidar ou adotar. A jovem de Sorocaba viu a história e prometeu entregar o filho", explica.

 

 

veja também