MENU

No interior de SP, eleitora registra queixa após votarem por ela: 'Não pude votar'

Motorista foi impedida de votar neste domingo (26) após erro em seção. Segundo eleitora, ao chegar no local seu nome já estava assinado.

fonte: Globo.com

Atualizado: Segunda-feira, 27 Outubro de 2014 as 10:38

Uma eleitora de Taubaté foi impedida de votar no segundo turno da eleição deste domingo (26) porque outra pessoa votou no lugar dela em uma seção da cidade. O caso aconteceu com a motorista Silvia Helena dos Santos, que registrou reclamação no cartório e um boletim de ocorrência após o caso.

Ao chegar na seção de votação, por volta das 10h30,  a motorista se surpreendeu com a informação da mesária de que já haviam votado no lugar dela e, inclusive, assinado a relação de nomes da Justiça Eleitoral, onde haviam suas informações pessoais.

“Ela [a mesária] foi conferir meu nome na lista , mas quando olhou alguém já havia assinado e levado o comprovante. Alguém votou no meu lugar, meu voto foi computado e não pude votar mais”, conta Silvia.

A eleitora foi até o cartório eleitoral 141ª e um e fez uma reclamação e recebeu um protocolo. além disso, ela também registrou um boletim de ocorrência. “Não pude exerceu meu direito. Fiquei indignada, porque me disseram que iam resolver o problema e simplesmente me deram um protocolo. Isso não é resolver o problema. Tive que voltar para casa e não votei”, afirmou.

Outro lado
De acordo com a juíza eleitoral, Sueli Zeraik, o caso da eleitora foi isolado e está sendo analisado pela Justiça Eleitoral. “Eu determinei que fosse diligenciado até o local de votação para se verificar o que aconteceu e se tomar a versão dos mesários que trabalharam naquela seção para avaliarmos que providências serão tomadas a partir de agora”, afirmou Sueli.

 

veja também