MENU

Sabesp começa emitir contas de água com multa nesta segunda-feira

Sobretaxa varia entre 40% e 100% para quem exceder o consumo. Consumidor pode recorrer se não concordar com aplicação da multa.

fonte: globo.com

Atualizado: Segunda-feira, 9 Fevereiro de 2015 as 9:13

A Sabesp começa a entregar a partir desta segunda-feira (9) as contas de água com multa para quem excedeu a média do consumo. A sobretaxa na conta foi autorizada pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) e a multa varia entre 40% e 100% para quem consumir mais água neste ano no comparativo entre fevereiro de 2013 e janeiro de 2014.

Serão 40% de multa para quem consumir até 20% a mais do que a média do período anterior e a taxa de 100% para quem utilizar mais que 20%. A medida é válida somente na parte do gasto de água encanada, que representa metade do valor da conta. Os outros 50% são referentes ao serviço de coleta de esgoto.

Por exemplo, na conta em que o cliente consumiu 16 metros cúbicos, sendo que a média no último ano foi de 15 metros cúbicos, o aumento de 6% gera uma multa no valor de R$ 13,65. Já quando o consumo excede os 20%, como nesta conta em que o gasto passou de 15 para 19 metros cúbicos, o aumento de 26% gera uma multa de R$ 42,38.

Com a aplicação da sobretaxa, a meta do governo é reduzir 2,5 metros cúbicos por segundo de consumo. Os sistemas que abastecem várias regiões do estado de São Paulo têm enfrentado quedas frequentes do volume de água armazenado devido à falta de chuvas.

A companhia de abastecimento se comprometeu a anular a multa nas contas de consumidores que apresentarem uma justificativa aceitável. Segundo a gerente de Gestão de Relação com o Cliente da Sabesp, Samanta de Souza, quem não concordar com o valor da conta pode pedir a revisão.

“Por exemplo, porque aumentou a família, porque alguém veio morar na casa ou porque teve o nascimento de uma criança. Quando é nascimento ou casamento, fica mais fácil porque é só apresentar a certidão anexada da solicitação. Mas caso não haja essa comprovação, apresenta a conta de energia elétrica de dezembro de 2013 e a conta de energia elétrica atual, porque o perfil de consumo de energia e de água é semelhante. Se a gente comprova essa alteração de perfil, faz a mudança imediatamente”, afirmou.

Já os moradores de condomínio, que não possuem conta individualizada, terão que se organizar. “O representante do condomínio é o síndico. Ele traz a ata de reunião de composição do condomínio, preenche a mesma solicitação disponível na internet e a gente faz as adequações necessárias para os condomínios”, explicou.

A bonificação da conta do consumidor que continuar economizando irá continuar.

Bônus
Entre fevereiro e outubro do ano passado, a companhia concedeu bônus de 30% na conta de clientes que economizassem 20% ou mais de água em relação à média de consumo entre dos 12 meses que vão de fevereiro de 2013 a janeiro de 2014.

A medida foi adotada para estimular a redução no consumo. Desde novembro, o desconto gradual passou a ser dado para os imóveis que reduzirem o consumo entre 10% e 20%. O desconto foi prorrogado até o fim de 2015.

veja também