MENU

Sabesp diz que água acabará dia 27 de outubro em São Paulo

Promessa anterior determinava que recursos do “volume morto” garantiriam o abastecimento até o fim de novembro. Porém, novos cálculos de uso dos recursos do Cantareira, aliados com a vazão escassa podem fazer com que o fornecimento seja interrompido antes. Entenda

fonte: spressosp.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 18 Setembro de 2014 as 10:45

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) divulgou uma nova data de previsão para que se esgote os recursos do “volume morto”, é dia 27 de outubro. Coincidentemente, a água deve acabar, segundo a Sabesp, um dia após a votação do segundo turno.

A informação foi confirmada pelo comitê anticrise que monitora a Cantareira e contraria a previsão anterior da Sabesp, de que os recursos abasteceriam o estado até o final de novembro.

A conta feita pela Sabesp é de que os 21,2 mil litros de água extraídos por segundo, em média, do Cantareira, aliado a um reabastecimento dos reservatórios de apenas 50% da mínima histórica, determinarão o fim do fornecimento de água no dia 27 de outubro.

Acontece que a Sabesp considera um reabastecimento de 50% da mínima histórica, em média, porém, neste mês, a vazão foi de apenas 39%, o pior índice para o mesmo período desde 2000. Dessa forma, o déficit de água foi ampliado em 43,3 bilhões de litros.

Com informações do Estado de S. Paulo 

 

veja também