Apple Music: tudo o que você precisa saber

Para você não perder tempo tentando descobrir o que é Apple Music eis aqui um guia super simples e rápido.

fonte: Guiame com informações do Medium.com

Atualizado: Sábado, 4 Julho de 2015 as 8:50

Essa semana o mundo foi invadido pelo burburinho da Apple Music, a nova plataforma musical que segundo seus criadores vai revolucionar a maneira de consumir música.

Prometando desbancar a concorrência no streaming, a empresa liberou o acesso aos usuários do Iphone na última quinta-feira. Reunimos algumas dicas sobre o que é e como usar a ferramenta.

Sobre o acesso: Ao contrário do já conhecido Spotify - que possibilita usar uma versão free - o Apple Music não tem opção gratuita. Quem não assinar terá pouco acesso. O preço por aqui é de US$ 4,99 para um usuário ou US$ 7,99 para um plano família, que aceita até seis pessoas usando simultaneamente. Os usuários do Apple ID terão três meses de assinatura gratuita para testar e aprovar.

Sobre a curadoria: Revistas e formadores de opinião respeitados estarão recomendando e criando playlists, tendo curadoria da Rolling Stone, Pitchfork, Q Magazine, DJ Mag, MOJO e muito mais. Você também poderá criar suas playlists escolhendo seus artistas favoritos. 

Connect e Radio Beats 1: Os artistas terão um espaço interativo com os fãs, o Connect, para lançarem vídeos, fotos ou textos do que quiserem. É o espaço onde pode ser publicada qualquer coisa, de bastidores de um show a roteiros de videoclipes e mensagens para os fãs. Essa parte é bem parecida com o antigo MySpace. Músicos independentes também poderão entrar no Connect. O Radio Beats 1 terá uma transmissão mundial com conteúdo de diversos estilos, indo dos Top Hits e Cultura Urbana até Jazz e outros 14 estilos diferentes. Tudo será gravado em estúdios de Los Angeles, Nova York e Londres e transmitido para mais de 100 países e também permite o usuário criar suas próprias estações.

Sobre o acervo: A Apple prometeu todo seu acervo de compras no streaming online, porém nenhuma confirmação oficial até agora sobre músicas de artistas grandes como The Beatles. A qualidade das músicas não agrada. A plataforma terá streaming de faixas de áudio em 256kpbs (enquanto seus concorrentes disponibilizam em 320kpbs). Alguns defendem que, assim, o consumo de dados será menor e poderemos escutar com a nossa 3G. Os ~audiófilos~ reclamam da qualidade, mas a verdade é que maioria das pessoas nem percebem a diferença.

A ferramenta não está disponível apenas aos clientes fiéis da Apple, a plataforma também será disponibilizada para smartphone Android e PC com Windows. Porém, quem tem dispositivos iOS ou Mac terá vantagens. Além de poder usar primeiro, só quem tem Apple ID vai conseguir três meses gratuitos para teste.

Agora que já sabe tudo, corre experimentar!

 

veja também