Cinco pessoas com quem você NÃO deve se casar

Encontrar a pessoa certa para se casar não é tarefa fácil. Listamos os cinco tipo de pessoas que você deve evitar na hora de escolher o parceiro para o resto da vida.

fonte: Guiame com informações da Relevant Magazine

Atualizado: Quarta-feira, 8 Julho de 2015 as 8:26

Você já esteve num relacionamento onde todos os fatos diziam que não ia dar certo e você trabalhou duro para fazer acontecer mesmo assim?

Muitas vezes nos arrastamos em longos relacionamentos motivados pela emoção, pelo medo do fracasso, de ficar sozinha e continuamos insistindo em algo que sabemos que não vai dar certo. Colocamos nossos empenho, coração, alma e energia para que tudo funcione e se encaixe como um quebra cabeça perfeito. Mas amiga (o), a verdade é que um namoro saudável não é forçado.

A razão e o sentimento devem andar de mãos dadas e abrindo caminho para a confiança, comunicação e o crescimento. Quando falamos de algo saudável, falamos de usar os ingredientes certo igual quando você faz um bolo e usa os componentes errados e espera por um resultado íncrivel.

Para fugir de alguns ingredientes errados que podem te fazer mal, Debra Fileta – especializada em relacionamentos e problemas conjugais – enumerou recentemente em artigo publicado no site Relevant.com alguns tipos de pessoas das quais você deve fugir antes de pensar em casar.

Tipo 1 – O viciado ( em comida, sexo, drogas, games ....)

Não importa em que tipo de vício a pessoa se encontre, qualquer atividade nociva sobre qual nossas vidas podem girar em torno pode impactar um relacionamento. Um vício verdadeiro não é algo que você pode simplesmente abandonar, normalmente suas raízes são profundas e infiltra em cada parte da pessoa. Uma pessoa viciada em algo não está apto a ter um namoro – e muito menos pensar em casamento – saudável. Pelo menos não até começar uma jornada rumo a recuperação.

Se recuperar de um vício requer tempo, energia e muito foco. Se você já está namorando uma pessoa viciada seja no existem chances de você está atrapalhando no processo de cura dela ou ela pode estar de alguma maneira impedindo seu crescimento. Seja como for, afasta-se antes de se machucar mais seriamente.

Tipo 2 – O Enganador

Se você não encontra honestidade em um relacionamento, você não tem confiança. E se você não tem confiança na pessoa que namora, não existe nenhuma relação. Uma pessoa que não consegue ser franca e real sobre grandes ou pequenas coisas ela não é ideal para você.

Fuja de um relacionamento com algupem que sempre tem algo para esconder.

Tipo 3 – O Agressor

Abuso vem em diferente forma, modos e vozes. Estamos falando sobre o abuso emocional e psicológico, o sexual e também do abuso espiritual. Um relalcionamento abusivo é definido pela relação com uma pessoa que usa o seu poder ou posição para controlar a outra podendo causar grandes danos.

Relacionamentos reais não são sobre poder, manipulação e controle, mas sim, sobre duas pessoas que se amam, se dão e juntas se sacrificam uma pelas outras. Abuso de qualquer forma não tem lugar em um casamento saudável.

Tipo 4 – O indisponível

Um dos maiores padrôes de um relacionamento tóxico tem a ver com a indisponibilidade de uma das partes em estar envolvido ao conectado na relação. Normalmente, o indisponível está distraído com outas coisas que o mantém sua atenção longe do relacionamento.

Não importa se ele esteja indisponível por causa de vícios ou por trabalhar demais, esse tipo de pessoa não está interessada em investir tempo em algo e nunca será. E muitas vezes os casais ficam presos a relacionamentos vazios por anos com a esperança que as coisas mudem. Salve-se si mesmo das mágoas de um indisponível e pule fora enquanto é tempo.

Tipo 5 – O narcisista

O narcisista é alguém tão obcecado com ele mesmo que não tem a capacidade de se concentrar em outra pessoa. Esse é o tipo de pessoa com mentalidade “tudo é sobre mim” e vivem suas vidas em um time de um, mesmo estando em um relacionamento sério. Fazem suas escolhas e decisões com base apenas no que é melhore para eles e jamais levam o parceiro em consideração.

Uma pessoa que está fazendo sua vida sozinho não vai ser capaz de fazer uma vida junto mais tarde. O casamento é sobre a escolha de alguém para andar junto com você numa jornada de vida, a viagem é longa e você não vai querer estar acompanhada de alguém que só pensa em seu próprio umbido, então, pense e escolha bem.

 

 

 

veja também