A canção do Jota Quest e a fé cristã

A canção do Jota Quest e a fé cristã

Atualizado: Quarta-feira, 19 Fevereiro de 2014 as 3:42

músicaAcordei hoje pensando em uma música que há algum tempo fez muito sucesso no Brasil, aliás é conhecida até hoje por muitos jovens e adolescentes, pois pertence a uma banda famosa chamada ´”Jota Quest”. Lembro-me que na época de colegial, tinha o costume de ouvir músicas dessa banda na escola com os amigos. Foram tempos bons! Enfim, o tempo passa, as coisas mudam, mas hoje essa música estava em minha cabeça. Segue um trecho da canção:
 
Dias melhores
 
“Vivemos esperando
Dias melhores
Dias de paz, dias a mais.
Dias que não deixaremos
Para trás.
 
Vivemos esperando
O dia em que
Seremos melhores
 
Melhores no amor
Melhores na dor
Melhores em tudo.”
 
Acredito que Rogério Flausino, compositor dessa música e líder da banda Jota Quest, não entendia que, quando escrevia esta letra retratava claramente o cotidiano de um cristão. Somos ensinados desde criança a vivermos pela fé. Ora o que e a fé? Segundo o versículo que esta na memória de todos os cristãos, “fé é a certeza de que haveremos de receber o que esperamos e a prova daquilo que não podemos ver.” (Hebreus 11.1). Se prestarmos atenção nesse versículo vamos entender que a fé é executada no futuro, nunca no presente ou no passado. Pedimos no presente, recebemos no futuro; mesmo que você receba o que pediu dois segundos após pedir, isso veio no futuro. Ou seja, sempre que usamos nossa fé estamos buscando algo que esta por vir. Se você ora pedindo a Deus sabedoria, acredita que isto esta por vir, se busca um milagre é porque você ainda não o tem naquele momento, mas espera que isso aconteça confiando em Deus e em sua palavra. Por isso, na carta aos Hebreus a tradução King James usa o termo “receber o que esperamos”, ou seja, aquilo que esta por vir.
 
A fé retratada nesta música é aquilo que o mundo espera ter, mas não sabe como. Mas nós, cristãos, temos a receita para viver dias melhores, pois isso nos foi prometido. É através da fé e da busca que podemos adquirir.
 
Ed René Kivitz em seu livro “Vivendo com propósitos” diz que, nós, cristãos vivemos em dois mundos: espiritual e terreno (embora muitos cristãos vivam apenas no terreno). Aquele que passa a entender e a viver no mundo espiritual, coloca o terreno em segundo plano, e adquiri exatamente o que está descrito nesta música. Ed René descreve fé da seguinte maneira em seu livro:
 
“O maior fator de distinção na maneira como as pessoas reagem à vida é a fé. A fé percebe uma presença, a presença de Deus. A fé invoca uma presença, a presença de Deus. A fé sabe que, por trás do cenário visível, das estatísticas e das probabilidades existe Alguém interagindo na situação: Deus. Os recursos humanos resultantes da fé são ainda um mistério para ciência. Quem é capaz de executar a fé vê mais longe, voa mais alto, chega mais adiante”.
 
Pela fé podemos viver na terra como diferencial, espalhando justamente os versos descritos nessa música.
 
1º Coríntios 13 fala sobre o amor que vem de Deus e no verso 14 Paulo escreve “O amor é paciente; o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, nem é arrogante” e no verso 13 finaliza “Sendo assim permanece até o momento Estes três: a fé, a esperança e o amor. Contudo, o maior deles é o amor.”
 
O mundo está carente de amor, e não sabe onde encontrá-lo. O sucesso desta música está justamente ao calhar com a necessidade da maioria das pessoas que vivem somente no mundo terreno. E cabe aqueles que vivem no mundo espiritual mostrarem a receita para se adquirir algo tão desejado e que nos foi presenteado de graça.
 
Você tem vivido dias de amor, dias de paz? Ou você ainda esta esperando esses dias chegarem. Não seja um expectador, enquanto você pode viver isso hoje, pois a paz de Cristo excede todo entendimento, e a fé é a chave para adquirirmos tudo o que para mundo é somente uma canção. No entanto para nós, é algo real, verdadeiro, que podemos viver hoje, amanhã, depois, até o dia que viveremos para sempre, dias eternamente melhores com nosso Senhor Jesus Cristo.
 
Tessalonicenses 2.19-20 diz: “Todavia, quando nosso Senhor Jesus retornar, quem será nossa esperança, alegria ou coroa de glória diante dele? Ora, não sois vós? Com toda certeza, vós sois a nossa glória e a nossa grande alegria!”.
 
 
 
• Herberty Freitas de Souza
 

veja também