Crendo no amanhã

Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus. Filipenses 4.6-7

fonte: Não Morda a Maçã

Atualizado: Terça-feira, 8 Julho de 2014 as 2:49

caminho - futuroE aí, povo de Deus! Nesta época de Copa do Mundo, o coração falta sair pela boca. Todo jogo da Seleção é aquele frio na barriga seguido de sufoco. Alguns chegam a passar mal para valer.

Independente do Brasil estar em campo ou não, há pessoas que optam por viver angustiados com o amanhã. As expectativas geram paranoia naqueles de ânimo mais fraco, entre outros problemas. Puxando para nosso lado, fica a lição que a ansiedade é algo que o cristão precisa evitar.

A Bíblia é bem clara quando diz que as inquietações não podem ter morada em nosso pensamento:

Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus. Filipenses 4.6-7

Aprenda que, quando estamos ansiosos, indiretamente demonstramos a fraqueza de nossa fé. A confiança no poder de Deus não pode resumir-se a uma declaração verbal. Ela deve vir acompanhada de atitudes positivas quanto a isso.

Também é importante zelar na oração, pois ela guarda o coração do crente dos vícios da ansiedade, além de ser um grande instrumento de louvor ao Senhor. Quando orar, assuma uma postura mais dedicada a agradecer a Deus por tudo que você já conquistou. Não seja do tipo de cristão que se achega ao altar apenas para pedir. Ter um coração grato é o mais conveniente no caráter de um filho que confia no seu Pai celeste.

Confia ao Senhor as tuas obras, e os teus desígnios serão estabelecidos. Provérbios 16.3

Deus é capaz de realizar muito mais do que possamos imaginar, logo, não há razão para nos preocuparmos. Entenda que isso não é justificativa para esperar que tudo caia dos céus. É um escape para que não nos desesperemos por tudo: o Senhor está no controle e zela por Seu povo.


- Diego Cesar

 

veja também