Igreja é mais do que encontros sem sentido

É fazer o churrasco pra comemorar! É fazer questão de levá-lo no primeiro dia do novo trabalho! É servi-lo e ajudá-lo a tornar o instante ainda mais marcante! Demais!

fonte: Guiame, Thiago Grulha

Atualizado: Quarta-feira, 29 Julho de 2015 as 2:11

Igreja é mais do que encontros sem sentido. (Foto: The Huffington Post)
Igreja é mais do que encontros sem sentido. (Foto: The Huffington Post)

 

Deus nos criou para uma vida em comunidade.

Para uma jornada em que descobrimos o que fomos, somos e seremos por meio da sabedoria de cada passo dado em comunhão com outros caminhantes.
O relacionamento íntimo nos mantém no centro da existência. Na realidade maior da experiência neste mundo. Dentro do significado. No rumo do que vale a pena. Sobre o chão da verdade.

E, assim, nosso coração afasta-se do egoísmo, pois é treinado para festejar com a vitória dos outros. Celebra a conquista do próximo e enche-se de gratidão sem precisar estar com o troféu nas mãos. A foto no lugar mais alto não precisa ser a nossa!

Alegrar-se com os que se alegram é dar um soco na cara da inveja. É ignorar os ditames da cobiça. É lavar-se da competição. E claro, potencializar a felicidade do que foi abençoado, sentindo-se abençoado junto com ele.

É fazer o churrasco pra comemorar! É fazer questão de levá-lo no primeiro dia do novo trabalho! É servi-lo e ajudá-lo a tornar o instante ainda mais marcante! Demais!

E chorar com os que choram?

Participar das dores dos amigos nos leva a dilatarmos nossa capacidade de amar e também sensibiliza-nos de tal forma que nossos olhos vão para além deste universo plástico e passam a enxergar as belezas que o consumo, a propaganda e a superficialidade rouba dos distraídos. 

Acolher as tristezas de alguém. Abraçar o angustiado. Mudar nossa agenda para estar perto na dor. Assumir a vergonha do que caiu em pecado e ser um irmão na travessia até a restauração. Ouvir as histórias sem finais felizes. Socorrer o desempregado. Visitar o enfermo. Orar com os perseguidos. Clamar pelos incompreendidos. Segurar a barra do viciado. Entrar na caverna do depressivo.

Tudo isto nos faz mais humanos, mais vivos, mais verdadeiros, mais honestos com nossa alma, mais esperançosos!
Igreja é mais do que encontros sem sentido!

veja também