O chamado de Jesus - tipos de jovens

O chamado de Jesus - tipos de jovens

Atualizado: Quinta-feira, 20 Fevereiro de 2014 as 3:11

jovemUmas das características do ministério de Jesus era o seu convite para segui-lo. Muitos receberam seu chamado e decidiram segui-lo, outros se recusaram. Mateus estava sentado na coletoria quando Jesus o chamou, ele levantou e o seguiu (Mt 9.9). Pedro e Tiago estavam no barco de pesca, deixaram as redes e se tornaram pescadores de almas (Mt 4:18-20), entre outros. É justamente sobre um convite que Jesus faz que iremos analisar, o chamado de Jesus ao jovem rico. Hoje muitos jovens tem recebido o convite de Jesus para segui-lo, e nesse pequeno texto encontramos três tipos de Jovens:
 
O primeiro tipo são os admiradores: "Bom Mestre, que devo fazer para herdar a vida eterna?" (v.16). Existem muitos jovens que são admiradores de Jesus. São empolgados, gostam de pular, cantar, gritar bem alto que amam a Jesus. Nas redes sociais curtem Jesus. Para eles Jesus é lindo, maravilhoso, "best friend", tudo de bom. Para o jovem rico Jesus era bom. Se apenas lermos o versículo 16 não vemos nada de errado, como também não vemos nada de errado nos jovens admiradores de Jesus que freqüentam nossas igrejas e estão assumindo cargos de liderança. Mas o que há de errado em ser apenas um admirador de Jesus? O problema para muitos desses jovens admiradores é quando a cruz deixa de ser tão gloriosa nos ombros de Jesus, quando a cruz deixa de ser tão romântica nas canções e passa a ser tão pesada em seus ombros. Quando a caminhada cristã requer muitas vezes negar-se e fazer a vontade do Mestre. E como o jovem rico a empolgação de seguir a Jesus se vai, e abandonam seu chamado.
 
O segundo tipo são os obedientes: "Mas se você quer entrar na vida, guarde os mandamentos...Eu sempre tenho obedecido a cada um deles, respondeu o jovem..." (v. 17-20). Já esses jovens são diferentes dos admiradores. Esses jovens não vivem de empolgação, momentos. Suas características são maturidade, comprometimento e obediência aos mandamentos. Não tem costume de faltar nos cultos, aos nossos olhos são jovens fantásticos, são prestativos na obra, uma benção! Dentro de suas igrejas são os exemplos a serem seguidos. Mas alguém pode perguntar, o que a de errado em ser um jovem obediente? Apesar da aparente fidelidade, esses jovens também podem ser superficiais como os admiradores. Se lermos novamente apenas os versículos 17 ao 20, não vemos nada de errado, como também não vemos nada de errados nos muitos jovens obedientes.
 
Todos nós temos alguma coisa ou alguém que amamos muito. Deus chama Abraão, ele obedece a Deus. O tempo passa Abraão recebe uma benção, um filho. Mas Deus começa a "desconfiar" que Abraão amava mais aquele filho do que a Ele, então pede uma prova, deveria sacrificar Isaque. Jesus vê aquele jovem obediente, mas desconfia que o jovem amava algo mais do que a Ele. Jesus pede uma prova, deixar aquilo que ele mais amava. O que você ama mais nesse mundo? Qual é a coisa ou a pessoa quem você mais ama? Jesus pode tirar isso, ou essa pessoa de você e mesmo assim continuará a segui-lo? Para os simples obedientes não! Como os admiradores, abandonam o chamado de Jesus.
 
O terceiro tipo de jovem é o próprio Cristo quem nos apresenta, é aquele que abre mão de tudo para segui-lo: "Se quer ser perfeito, vá e venda tudo o que tem...Depois venha e siga-me.Mas quando o jovem ouviu isso, foi embora triste, porque era muito rico" (v.21-22). Para muitos jovens o mundo se tornou bom de mais. Os prazeres do pecado os envolveu, e o chamado de Jesus se tornou irrelevante em suas vidas. É nesse ponto que os jovens admiradores e obedientes param. O que chama a atenção de Jesus não são os jovens que pulam, gritam ou sabem de cor o doutrinal, mas o que chama a atenção de Jesus são os jovens que se entregam totalmente a Ele. Jovens que estão dispostos a pagar o preço de segui-lo.
 
Que tipo de jovens somos? Ou que tipo de jovens queremos ser? Jesus nos faz um convite basta você fazer a sua escolha. Você jovem pode continuar indo a igreja, cantando, pulando, exercendo cargos de liderança, mas se não se entregar totalmente a Cristo não adianta nada, um dia você abandonará Jesus.
 
 
- Kelvin Moraes
via Facebook

veja também