O lutador cristão

Não desanime quando deparar com diferentes adversários. Deus nos dá meios de vencer cada um deles

fonte: Não Morda a Maçã

Atualizado: Quinta-feira, 17 Abril de 2014 as 3:45

ufcA paz, pessoal! Já ouviram alguém comparando a vida com uma luta? Quando perguntamos para uma pessoa como ela está passando, caso ela esteja vivenciando dificuldades, vem a resposta “-Estou batalhando”. E ser cristão é bem isso mesmo. Estamos sujeitos a lutar por nos mantermos firmes na presença do Senhor.

Combate o bom combate da fé. Toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado e de que fizeste a boa confissão perante muitas testemunhas. 1 Timóteo 6.12

Apesar de ter cunho espiritual, nossa batalha segue as mesmas regras daquelas repassadas a praticantes de artes marciais convencionais. É preciso ter disciplina no treino para que não esmoreçamos quando o cansaço vier. Também não podemos pular etapas para nos desenvolvermos na fé.

As dificuldades aparecem justamente para que possamos apurar o caráter diante dos homens e de Deus. Então, antes de queixar-se com o Senhor por tudo que tem passado, analise no que Ele espera que você melhore.

Note que Paulo utiliza a expressão “tomar posse” quando refere-se à vida eterna. Isto significa que temos a garantia da salvação, mas cabe a nós a tarefa de não desperdiçá-la, trocando a eternidade por prazeres passageiros deste mundo.

Fomos chamados para a vida eterna por ninguém menos que o próprio Deus. Logo, não podemos agir de maneira relaxada, já que a Ele que prestaremos contas. Lembra-se da parábola dos talentos (Mateus 25.14-30)?

Outro ponto bastante interessante desta passagem da carta a Timóteo é a participação da “plateia”, que funciona como mais um incentivo para continuar batalhando. Precisamos ter bom testemunho. E isso tanto para as pessoas que congregam conosco na igreja quanto para aqueles que não conhecem a Cristo ainda.

À medida que o cristão vence as lutas, ao invés de acumular medalhas ou faixas, ele adquire as características da pessoa de Jesus para si mesmo. Vemos algumas delas enumeradas em Gálatas 5.22-23: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio.

Não desanime quando deparar com diferentes adversários. Deus nos dá meios de vencer cada um deles. O que precisamos é aprender a ouvir todos os conselhos do nosso Treinador.

Uma excelente semana a todos. Que o Senhor abençoe poderosamente. Ah! E feliz Páscoa (sem coelho, mas com Cristo)! Abraço!


- Diego Cesar

 

veja também