A pérola de grande valor

A pérola de grande valor

Atualizado: Segunda-feira, 24 Fevereiro de 2014 as 2:41

pérolaVocê sabe como é formada a pérola no interior da ostra?
 
Primeiro, um parasita ou areia invade a ostra. Depois de perfurar a concha, a substância invasora entra em contato com o manto, que é um tecido de defesa da ostra, causando uma irritação no interior do molusco.
 
Esse manto se defende, imediatamente, dobrando-se sobre a substância estranha até deixá-la completamente isolada, formando uma camada protetora. Tal defesa se completa com a secreção do nácar (ou madrepérola), que é a mesma substância com a qual a concha é produzida.
 
Mesmo após o isolamento da fonte do incômodo, a pérola continua crescendo, pois a ostra não pára de secretar o nácar. E quanto mais redonda fica essa ‘proteção’, mais rara e, consequentemente, mais valiosa é a pérola.
 
Até o século XVII, não havia tecnologia para polimento de pedras preciosas como rubis e esmeraldas, justamente por isso um dos maiores símbolos de riqueza e poder era a pérola. 
 
O Reino dos céus também é como um negociante que procura pérolas preciosas. Encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo o que tinha e a comprou”. (Mateus 13:45-46)
 
Na parábola* contada por Jesus, nos dois versos acima, o reino de Deus é comparado a essa pérola de grande valor. Jesus, de forma muito sábia, pregava suas boas novas a partir de objetos e situações do cotidiano das pessoas. Na época de seus ensinos, a pérola era muito valiosa, então, compará-la com o reino de Deus certificava a importância desse reino.
 
Jesus veio trazer um reino espiritual. E, sutilmente, ensinou sobre renúncia com essa parábola. Ou seja, as pessoas (negociante) procuram, entre tantas coisas, algo de valor (pérolas preciosas) para preencher seus corações. Entretanto, quando encontram-se com Jesus, com seus ensinamentos e os entendem (a pérola de grande valor), sentem-se tão realizadas que renunciam suas vontades para cumprir a vontade de Deus e seguir os passos de Jesus.
 
Em seus ensinamentos, Jesus nos pede para não nos preocuparmos com as coisas terrenas e passageiras, em contrapartida, ele diz:
 
Buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas (Mateus 6:33)
 
Então, sobretudo, importante é obedecer aos mandamentos de Deus, buscando seu reino. Seja na vida pessoal, profissional, amorosa, estudantil etc, mais importante é que essa pérola de grande valor seja buscada  – e encontrada  – por nós.
 
Tente imaginar o que há de mais valoroso para você. Pensou? Pois é, de acordo com a Palavra de Deus, o reino tem ainda mais valor. Aprendemos, com isso, que nada há de mais importante que a presença de Deus reinando em nossas vidas e através de nós. Que sejamos ‘negociantes’, que saibamos abrir mão de tudo o que nos impede de viver uma vida dedicada a buscar o reino de Deus.
 
Mais importante é o reino, a maravilhosa pérola de imensurável valor.
 
 
- Tathi (@DiarioDaTathi)
 

veja também