Vencendo a impureza

Se você quer obter vitória sobre a impureza, cuide seus pensamentos e sua linguagem! Paulo aconselha que ao invés de conversar tolas, devemos prestar ações de graça. Não se deixe influenciar, mas faça a diferença onde você estiver

fonte: Eu Escolhi Esperar

Atualizado: Sexta-feira, 17 Outubro de 2014 as 12:23

sexo_pensando“Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados,e vivam em amor, como também Cristo nos amou e se entregou por nós como oferta e sacrifício de aroma agradável a Deus. Entre vocês não deve haver nem sequer menção de imoralidade sexual nem de qualquer espécie de impureza nem de cobiça; pois estas coisas não são próprias para os santos. Não haja obscenidade nem conversas tolas nem gracejos imorais, que são inconvenientes, mas, ao invés disso, ação de graças.
Porque vocês podem estar certos disto: nenhum imoral nem impuro nem ganancioso, que é idólatra, tem herança no Reino de Cristo e de Deus.”
Efésios 5:1-5

Vivemos numa sociedade que têm valorizado a sexualidade como um dos mais importantes meios de satisfação humana. Nesse sentido, manter uma mente pura é um dos maiores desafios dos cristãos, num mundo onde a todo momento estamos sendo bombardeados por obscenidades e imoralidade sexual. O que precisamos compreender é que a sexualidade é uma criação de Deus e serve, também, para a satisfação humana, porém há um padrão divino para a prática sexual saudável, o qual chama-se Casamento. Enquanto estamos solteiros, precisamos nos conservar em pureza sexual, se de fato queremos desfrutar desta área em nossa vida, segundo a vontade de Deus.

No texto de Efésios 5: 1-5, encontramos chaves para manter um comportamento puro:

1. “...sejam imitadores de Deus, como filhos amados,e vivam em amor, como também Cristo nos amou e se entregou por nós como oferta e sacrifício de aroma agradável a Deus”

A primeira coisa que devemos observar é sou um “imitador de Cristo”? Será que realmente me tornei um “aroma agradável” a Deus? Ser um imitador de Cristo é buscar agir como Cristo agiria. Alguém consegue imaginar Jesus comentando sobre a última revista da Playboy? Ou então contando piadas de termos sexuais impuros? Ou então lançando um olhar de cobiça sobre alguma mulher daquela época? Certamente é inconcebível imaginar que Jesus pudesse ao menos pensar em tais práticas, mas por que muitos de nós, mesmo cristãos, vivemos em impureza? Ser um sacrifício de aroma agradável a Deus significa abdicar nossos desejos impuros e viver uma vida de santidade – implica em nos separar do pecado, ainda que seja apenas de pensamento.

2. “Entre vocês não deve haver nem sequer menção de imoralidade sexual nem de qualquer espécie de impureza nem de cobiça; pois estas coisas não são próprias para os santos.”

Apenas um simples comentário a respeito de algum assunto imoral pode levar nossa mente a pensar intensamente naquele assunto, contaminando e gerando desejos impróprios. Não é a toa que Paulo, nesta passagem bíblica alerta ques estas coisas não são próprias para os santos. Por isso não se deve nem mencionar este tipo de assunto. Os cobiçosos desejam mais satisafazer seus desejos do que agradar a Deus, e por isso, tornam-se idólatras. As pessoas que persistem na cobiça sexual acabam excluindo Deus da sua vida, pois na verdade não querem se submeter ao tempo de espera. Ao ganhar o prazer momentâneo, perdem a sua herança no Reino de Deus. Será que vale a pena trocar algo eterno por um momento de prazer?

3. “Não haja obscenidade nem conversas tolas nem gracejos imorais, que são inconvenientes, mas, ao invés disso, ação de graças.”

É muito comum obscenidades e gracejos imorais nas rodas de conversar mundanas, mas no ambiente cristão não deveria ser! Piadas de cunho obsceno não trazem edificação espiritual para ninguém, mas incentivam as pessoas para a prática da impureza. Não nos damos por conta, mas as piadas obscenas, por mais divertidas que possam ser atraem espíritos de prostituição e lascívia que vão influenciá-lo a cometer práticas imorais.

Se você quer obter vitória sobre a impureza, cuide seus pensamentos e sua linguagem! Paulo aconselha que ao invés de conversar tolas, devemos prestar ações de graça. Não se deixe influenciar, mas faça a diferença onde você estiver. Não ceda aos assuntos impuros, mesmo que isso custe afastar-se das pessoas que tais práticas impuras vivem mencionando.


- Simone Messina

 

veja também