O que eu tenho a ver com vinho??

O que eu tenho a ver com vinho??

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:28

Há alguns dias ouvi uma comparação interessante e gostaria de compartilhar com vocês meus leitores.

Tenho formação acadêmica na área de alimentos e o processo de fabricação de vinho seja ele artesanal ou industrial são parecidos, embora com o passar dos anos algumas inovações tecnológicas tenham ocorrido no processo para melhoramento do mesmo.

Tudo começa na preparação do solo, o controle das pragas, irrigação e na qualidade da semente plantada.

No Brasil, as videiras são plantadas em parreirais, mas na França em determinados chateau elas crescem livremente em pequenos arbustos centenários, alguns chegando a 500 anos. Há uma relação de idade da videira e a qualidade do vinho: quanto mais velha, mais enraizada estará e dessa forma as raízes mais fundas poderão sugar melhor os nutrientes do solo. Aqui começa a comparação.

Jesus disse em João, capítulo 15: "Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado. Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem. Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos..."

Jesus é a videira verdadeira, e nós estamos limpos e somos produtivos pela Palavra de Deus, que é a Bíblia sagrada. Se não produzimos, a palavra é taxativa em que seremos arrancados e queimados, mas se estivermos em Cristo poderemos produzir os frutos de Cristo, porque estamos nEle.

Como a qualidade do fruto tem um importante papel na qualidade do vinho, os nossos frutos também. Um Fruto colhido antes da hora produz um vinho aguado, se passar da hora para a colheita também terá grande influência no sabor. Mas se for colhido no momento certo, que só o Perfeito Lavrador sabe, a qualidade do vinho produzido será de excelente safra.

Tão logo a uva é colhida, segue para a etapa de esmagamento. Antigamente essa etapa era feita com os pés, onde a uva era pisada dentro do lagar, hoje utilizam-se de equipamentos que fazem esse esmagamento de forma mecanizada.

Em nossas vidas passamos por esse processo de esmagamento de nossos frutos. É a hora da provação, momento esse em que somos colocados no lagar e somos pisados, quebrantados. Momentos de dificuldade extrema onde não conseguimos, muitas vezes, nem orar. São nesses momentos, onde, como Ana só conseguimos mover nossos lábios e gemer (I Samuel 1:13).

A etapa da fermentação é a mais criteriosa e complicada de todo processo. É necessário um controle de temperatura, controle das bactérias selecionadas que darão sabor e flavor característicos. O vinho será colocado em barris de carvalho que terão grande influência nesse período de fermentação.

Após sairmos do lagar, que simbolizada a nossa prova de fogo, precisaremos do processo de cura. Então seremos levados para o barril, onde iremos amadurecer e apurar as características de Cristo em nós. O amadurecimento requer um comprometimento com a palavra de Deus, é onde buscamos conhecer mais ao Cristo que servimos, em cursos de teologia, cultos de ensino da palavra, escolas bíblicas e a participação em eventos que nos enriquecerão no conhecimento da palavra de Deus. Mas também, é onde seremos deixados de lado, parece até que somos esquecidos por Deus, e por todos. Esse período é primordial para a formação do caráter, para adquirir-se humildade, enfim, sermos parecidos com Cristo.

Talvez, para você que esteja passando pelo processo de fermentação, como eu estou no momento. Tenho uma notícia pra você: O melhor vinho do mundo, o mais caro e valorizado é aquele que ficou mais tempo no processo de cura e fermentação. Não é fácil, estar aqui, mas é necessário para nosso crescimento espiritual, estamos a uma temperatura adequada, parece que esquecidos no escuro, lá no cantinho onde ninguém nos vê, mas o lavrador sabe que lá no porão, escondido da vista de todos está sendo apurado o melhor vinho de sua safra e que no momento certo será embalado numa linda garrafa e rotulado: produto de alta qualidade, produzido com frutos excelentes colhidos da Videira Verdadeira, produzidos pelo Lavrador Jeová, Rei dos Reis e Senhor dos Senhores.

Denise C. S. atua na área de educação cristã na Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Medianeira, Paraná - PR, como professora da Escola Bíblica Dominical. É escritora. Professora de Técnica Vocal, Teclado, Violão, Contrabaixo Elétrico, Guitarra, Violino e Teoria Musical na Escola de Música Arte e Som. Formada em Tecnologia em Alimentos pela UTFPR, Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR.

Siga-nos

Mais do Guiame