Desapegue de hábitos que estragam a unha

Conheça quais são os 7 hábitos que acabam com as suas unhas

fonte: M de Mulher

Atualizado: Quinta-feira, 17 Julho de 2014 as 4:19

unha1. Bater as unhas repetidamente na mesa ou no teclado
Quem usa muito as mãos no trabalho – como quem digita com a ponta dos dedos - tende a ter as unhas quebradiças pelo atrito e pressão. Para evitar, mantenha sempre as mãos e cutículas bem hidratadas, assim as unhas ficam mais flexíveis e resistentes

2. Arrancar esmalte com o dente
Quando você puxa o esmalte com a boca - por mais terapêutico que seja - ele pode levar junto a camada de proteção superficial da sua unha. Deixando-a exposta, as unhas ficam mais suscetíveis à instalação de fungos e bactérias, além de ficarem mais finas e fáceis de partir

3. Roer as unhas
Essa mania pode causar lesões graves, como deformidade e até mesmo a destruição definitiva das unhas. Sem contar que, por acumularem sujeira, se tornam agentes transmissores de doenças quando levadas à boca.

4. Deixar a mão muito tempo embaixo d’água
Produtos químicos e detergentes ressecam e enfraquecem as unhas. A água também ajuda a amolecê-la e deixá-la mais quebradiça. A solução é sempre lavar a louça com luvas, ser rápida nos banhos e, na hora de lavar as mãos, usar um sabonete hidratante

5. Fazer alongamentos
As unhas em gel, acrílicas ou de porcelana podem danificar as unhas. É que para elas aderirem, as unhas são lixadas e perdem a camada de proteção. Em longo prazo, isso pode enfraquecê-las.

6. Usar acetona para remover esmalte
Ao remover o esmalte, passe longe de produtos que contenham acetona, que é muito agressiva e uso contínuo deixa as unhas cada vez mais fracas e quebradiças. Opte por removedores livres da substância e esmaltes 3 free, que não contém outras substâncias tóxicas.

7. Retirar muita pele das cutículas
Tirar toda essa pele abre as portas para fungos e bactérias, que podem causar infecções e, aí sim, enfraquecer as unhas. O ideal é empurrar as cutículas com uma espátula e retirar só o excesso.

veja também