Saiba como tratar áreas como pescoço e mãos e previna-se do envelhecimento precoce

Assim como o corpo, mãos e pescoço precisam de cuidados especiais. Saiba mais.

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 12 Dezembro de 2014 as 1:16

Quando os cuidados com o corpo estão incluídos na rotina diária de beleza, o pescoço e as mãos deve estar inclusos. Essas são as sensíveis que são mais expostas ao sol"Some a isso o envelhecimento natural, que deixa o dorso das mãos mais fino e flácido, com rugas, manchas e veias cada vez mais evidentes", diz a dermatologista Karla Assed, do Rio de Janeiro.

As atividades comuns no dia a dia contribuem para para a sua flacidez e envelhecimento. "Cada movimento que fazemos ao falar ou mastigar, por exemplo, faz com que os músculos da região puxem a pele para baixo, criando linhas horizontais que parecem colares", afirma o dermatologista Cristiano Kakihara, de São Paulo. 

envelhecimento precoce

De acordo com o profissiona, o pescoço também pode apresentar excesso de vasos sanguíneos na camada superficial da pele, dando a impressão de que a pessoa ficou horas sob o sol forte; manchas, causadas pela radiação ultravioleta, gravidez, estresse, anticoncepcional ou cosmético; e pequenas lesões, que muita gente acredita serem verrugas. "Na verdade, são pequenos tumores benignos frequentes em pessoas idosas, pardas ou negras", alerta ele.

A recomendação para se prevenir contra o envelhecimento precoceé aplicar diariamente (quantas vezes achar necessário) bons hidratantes, como os elaborados com ureia, semente de uva, PCNA e lactato de amônio, combinados com estimuladores de colágeno e filtro solar. "À noite, o hidratante pode ser substituído por um cosmético cremoso e com substâncias sensíveis à luz, entre elas os ácidos retinoico ou glicólico, para prevenir o ressecamento e combater o envelhecimento", afirma Karla Assed. 

Quanto a beleza do pescoço pode ser mantida diariamente com o mesmo filtro solar, sabonete, tônico, hidratante e antirrugas usados no rosto e, uma vez por semana, com esfoliante e máscara facial. "Para quem está na faixa dos 30 anos, recomendo incluir na rotina de cuidados noturnos um creme à base de vitamina C e, a partir dos 40, trocá-lo por um com ácido", indica a dermatologista Erica Monteiro, da clínica Sthetica, no Rio de Janeiro.

 

 

com informações de: UOL

veja também