Conheça 13 motivos para incluir o gengibre na alimentação diária

Combater enjoo, fim da má digestão, alívio da dor... Saiba qual a lista completa para incluir a raiz na alimentação e aliviar sintomas.

fonte: Guiame, com informações de MdeMulher

Atualizado: Segunda-feira, 12 Janeiro de 2015 as 12:48

gengibre
gengibre

Ótimo acompanhamento na culinária japonesa, o gengibre é uma raiz poderosa rica em benefícios para amenizar alguns sintomas. Segundo o centro de estudos do câncer da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, descobriu que suas substâncias inibem o avanço do tumor de cólon. Como se fosse pouco, também são capazes de combater a náusea provocada pela quimioterapia. 

De acordo com o nutrólogo Edson Credídio, da Associação Brasileira de Nutrologia, a ciência comprova agora o que os povos da Antiguidade já sabiam: "Após as refeições, os gregos costumavam comer pedaços de gengibre para ajudar na digestão. Hoje sabemos que o nutriente cineol tem ação digestiva, atuando também contra cólica e tontura". Seus benefícios ainda incluem o aceleramento do metabolismo, favorecendo a queima de gordura. Saiba mais sobre esse potente alimento do bem.

Para saber como incluir o gengibre na dieta diária, confira os benefícios.

Fim do mau hálito: Sua ação antibacteriana manda o bafo de onça para bem longe. Uma boa alternativa são as pastilhas de gengibre.

Combate o enjoo: A planta interfere nas contrações estomacais, assim o cérebro recebe mensagens para brecar a sensação de náusea. Ingerir cápsulas de gengibre ou mastigar um pedaço puro funciona.

Poder detox: É rico em substâncias termogênicas, que ativam o metabolismo e potencializam a queima de gordura. Acrescente 1 colher (chá) de gengibre ralado às refeições.

Chega de má digestão: Graças às suas funções digestivas, o efeito é direto no trato gastrointestinal. Coloque 1 pitada de gengibre ralado no suco de fruta (melancia, abacaxi ou laranja).

Combate à gripe: Anti-inflamatório, antibiótico e antiviral, ele fortalece o sistema imunológico e previne doenças respiratórias. Deixe talos de molho por 30 minutos. Leve ao fogo por mais 30, coe e beba.

Colesterol controlado: O gengibre reduz a formação de placas nas artérias, diminuindo os níveis de colesterol. Inclua a planta ralada, em pó ou picada em sopas, saladas e vegetais cozidos.

Livre de dor: Ele ainda age como um analgésico na inflamação. Por isso, ameniza artrite, dores nas costas e musculares. O ideal é comê-lo cru durante o dia.

Fim das espinhas: Massageie a espinha com uma fatia de gengibre por cinco minutos. Isso desobstrui os poros e mata as bactérias que causam a acne.

Rugas: Sua ação antioxidante previne o envelhecimento da pele. Misture 1 pitada de gengibre ralado com 1 colher (sopa) de mel e coma toda manhã. Se preferir, beba chá de gengibre duas vezes por dia.

Fortalece os fios: Suas propriedades antissépticas dão força ao cabelo. Misture 1 colher (chá) de gengibre ralado com 1/4 de xícara (chá) de óleo de gergelim e aplique no couro cabeludo. Deixe agir por 15 minutos e lave.

 

veja também