Conheça os 7 vilões de envelhecimento da pele

Saiba os hábitos que envelhecem a pele e os cuidados a serem tomados

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 21 Agosto de 2014 as 3:01

A batalha de toda mulher que luta diariamente contra marcas de expressões e linhas do rosto, ficam antenadas no processo de limpeza e dicas. É possível combater o envelhecimento precoce da pele, mas para as que ainda não se cuidam, o passo inicial é ter dedicação. 

Segundo a dermatologista Renata Francesconi, do Instituto da Pelle, localizado em Campo Grande, no Rio de Janeiro, o envelhecimento nada mais é do que a perda de tecido fibroso. “Esse processo pode ser intrínseco quando está ligado com a genética e a idade; ou extrínseco, causado por fatores como exposição solar e alimentação inadequada”, explica.

Para não entrar em desespero, há alternativas que você pode implantar na sua rotina para te ajudar a renovar essa pele. Acredite, se reunir as dicas a seguir com um belo kit de produtos para cuidados com a pele e um anti-idade poderoso, você vai ter pele de bebê por muitos anos! No entanto, como a transformação da pele com o tempo vai muito além do DNA e a “idade que chega”, não adianta apenas limpar o rosto e aplicar produtos de tratamento.

Para ter bons resultados, os hábitos que envolvem o combate são os alimentares ao longo da vida, bem como o seu estilo de vida. Por isso, será preciso rever uma série de atitudes e posturas. E não importa a idade. Independente de ter 20, 30, ou 50 anos, é possível iniciar a qualquer momento “carinho” extra com sua pele. E, sim, as rugas podem sumir e quanto antes, melhor.

Confira agora quais os vilões que dificultam a beleza da pele e antecipam o envelhecimento.

Sol
Um dos vilões mais discutidos e lembrados. O excesso de exposição solar aumenta a oxidação celular e causa perda de colágeno. O resultado disso é a desidratação das células e a consequente formação de rugas. “Com isso, a pele fica mais áspera e as linhas de expressão se tornam mais aparentes”, afirma a dermatologista Inaê Cavalcanti Marcondes Machado, da clínica DOM Medicina Personalizada, em São Paulo.

Para se proteger, basta evitar os horários de maior incidência de raios ultravioleta (das 10h às 16h) e aplicar filtro com, no mínimo, fator 30 de proteção. O protetor deve ser usado mesmo em dias nublados.

Dormir maquiada
“O sono é o momento em que a pele precisa respirar. Ir para cama de maquiagem faz com que os poros fiquem obstruídos e deixa a área mais oleosa e propensa à formação de espinhas”, explica a dermatologista Silvia Zimbres, de São Paulo. Tenha sempre à mão o bom e velho demaquilante, e certifique-se de que não há nenhum resíduo na pele antes de dormir.

Cigarro
A nicotina produz uma enzima que destrói todas as fibras responsáveis pela formação de colágeno e prejudica a oxigenação das células. “A substância também bloqueia as proteínas fibrosas e elásticas presentes na pele. Além disso, reduz a lubrificação cutânea e os níveis de vitamina A [antioxidante que combate os radicais livres para prevenir o envelhecimento da pele]”, diz Renata. Ou seja, melhor pensar duas vezes antes de fumar!

Álcool

De acordo com Inaê, o álcool é um agente dilatador dos vasos sanguíneos que causa alterações nas células. Resultado? Uma pele com textura mais oleosa, descamações na testa e eczemas, além dos famosos vasinhos (veias estouradas) nas pernas e de manchas espalhadas pelo rosto. Para evitar esses problemas é só ter força de vontade e ter em mente a importância que a saúde tem na sua lista de prioridades!

Excesso de limpeza

Lavar a pele é essencial. Mas não caia na armadilha de achar que o hábito de repetir o procedimento várias vezes ao dia é positivo. Pelo contrário, isso vai evidenciar ainda mais as características da pele. “A cútis oleosa produz mais óleo. Já a seca perde a hidratação e fica mais ressecada, enquanto a mista sofre as duas consequências”, comenta Silvia. Lembre-se: o ideal é higienizar a região de uma a duas vezes ao dia.

Alimentação

Procure reduzir o consumo de carne vermelha, açúcar, frituras e doces. Sim, é difícil, mas o resultado é recompensador. “Esses alimentos provocam o aumento da produção de radicais livres, que aceleram o envelhecimento celular. Sem contar que também ocasionam manchas, asperezas, rugas e outros sinais de expressão”, conta Carolina. No lugar deles, consuma verduras, vegetais e frutas, especialmente as cítricas. Aproveite para começar agora mesmo!

Sono

Para que o organismo consiga descansar, ele precisa de uma quantidade certa de sono, que varia de sete a nove horas. “Sem isso não há como produzir colágeno. E as células também não conseguem se renovar, resultando na perda do brilho, de hidratação e da luminosidade do rosto”, diz Renata. Quer se livrar das olheiras? Então pegue seu livro preferido e vá cedo para a cama.


com informações de: MSN

veja também