Descoberto por cientistas proteína que pode "frear" câncer de mama

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quarta-feira, 14 Maio de 2014 as 12:52

Mais uma descoberta promete ser um combate ao câncer de mama. Um estudo realizado na Espanha, descobriu uma proteína que, quando bloqueada, retarda o crescimento de tumores de mama para os pulmões. Os cientistas responsáveis estão trabalhando em possíveis alvos terapêuticos para que testes sejam realizados. As informações foram publicadas no jornal "El Mundo".

prevençãoO responsável é Xosé Bustelo, esquisador do Centro de Pesquisa do Câncer de Salamanca (CIC), e por Balbinus Alarcón, do Centro de Biologia Molecular Severo Ochoa, em Madrid.
Os resultados foram publicados na revista "Nature Communications".

Foi analisada a proteína R-Ras2, conhecida como TC21 - ue é muito semelhante a outra estrutura muito conhecida dos oncologistas, o gene Ras, que sofre frequentes mutações em muitos tumores humanos. Embora ambas sejam semelhantes estruturalmente - ao ponto de muitos cientistas acharem que têm papéis complementares -, os pesquisadores descobriram que R-Ras 2 desempenha papel importante na evolução do câncer de mama.

Nas linhas elulares quando em modelos de ratos que foram submetidos ao enxerto de tumores humanos, Bustelo e seus colegas descobriram que ao bloquear a R-Ras 2, os canceres apenas cresciam, mas não resultavam em metástase nos pulmões - um dos locais favoritos das células do câncer de mama, uma vez que elas deixam o peito.

Mas as notícias não são boas. Tal como nós seres humanos, os tumores sem R-ras2 também foram capazes de desfazer esse “freio” ao longo do tempo, desenvolvendo mecanismos alternativos. Segundo Bustelo, conhecer esses mecanismos é importante para que se crie uma estratégia de duplo freio.

 

Com informações de: O Globo

veja também