Especialista afirma que alongamento deve ser diário

Rotinas diárias sem alongamento pode causar distensões e dicas para se alongar

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quarta-feira, 20 Agosto de 2014 as 2:40

Os desclocamentos do dia a dia como erguer o braço para abrir um armário, dificuldade para andar ou sentar, podem ser sinais de falta de alongamento. Segundo o 
educador físico e especialista do ITC Vertebral Curitiba, professor Sandro Veríssimo, a falta de alongamento ocasiona a diminuição de mobilidade articular. “Sem o alongamento, realizar as tarefas simples do dia a dia é mais difícil e as chances de se machucar aumentam. Com os músculos encurtados, as lesões ocorrem com mais facilidade”, explica.

Para ele, praticar alongamento resulta em diversos benefícios para a saúde, como correção da postura, alívio das dores musculares e liberação da serotonina, que atua no cérebro e pode influenciar nas alterações do humor, do sono e também do apetite. “O alongamento facilita os afazeres diários, melhora o desempenho ao praticar atividades físicas, reduz o risco de lesões musculares e articulares e ajuda no relaxamento muscular”, afirma.

alongamentoO professor Sandro recomenda que esta prática seja diária, independentemente se está em casa, no trabalho ou na academia. “É possível fazer alguns exercícios simples. Depende de qual parte do corpo a pessoa quer ou precisa alongar. Porém, é sempre importante ter a orientação de um profissional, pois se tiver alguma restrição ou problema de saúde, pode ser prejudicial”, observa.

Horário para o alongamento

Depende muito da rotina diária de cada um. Para que o alongamento tenha o efeito esperado, Sandro Veríssimo sugere manter a posição parada de cada exercício por 15 a 30 segundos e repetir por três a cinco vezes cada um. “Se sentir um leve desconforto no músculo enquanto alonga, é sinal de que os movimentos estão sendo eficazes. Entretanto, devem ser feitos com cuidado e podem ser ampliados quando os músculos estiverem aquecidos. Fazer um esforço físico sem alongamento pode causar distensões musculares”, alerta.

Confira os exercícios indicados para se alongar.

- Cabeça: faça movimentos circulares e depois incline a cabeça e faça uma leve pressão por 15 segundos para cada um dos lados;

- Pés: gire os pés nos dois sentidos e em seguida estique-os para frente e para trás. Esses movimentos ativam a circulação das pernas e relaxam os pés;

- Punhos: gire os punhos nos dois sentidos e estique as mãos para cima e para baixo;

- Braços: cruze os dedos das mãos, vire as palmas para frente e estique os braços. Depois eleve os dois braços e caminhe apenas com os dedos dos pés no chão até esticar bem todo o tronco.


com informações de: Bem Parana

veja também