Estudo constatou problemas no alto consumo de leite

Alguns estudos relacionaram problemas como câncer de ovário e próstata ao consumo de leite

fonte: Guiame, com informações de: Terra

Atualizado: Terça-feira, 3 Fevereiro de 2015 as 11:51

leite
leite

Conhecido por fortalecer os ossos e principal alimento para crianças, o leite pode não ser indicado como já ouvimos. Estudos sugeriram potenciais efeitos nocivos de seu alto consumo.

Saiba os detalhes, segundo informações retiradas do jornal Huffington Post.

Uma dieta rica em leite ajuda as crianças a terem ossos fortes e evita danos da osteoporose em idosos. No entanto, alguns pesquisadores observaram taxas de fratura baixas nos países asiáticos, onde pouco leite é consumido, e questionaram se há evidência suficiente para apoiar as recomendações do consumo do alimento. Além disso, alguns estudos ligaram o leite ao risco de câncer de ovário e próstata, embora muitos cientistas acreditem que mais pesquisas são necessárias antes de tirar conclusões de que o leite é a causa.

Em 2014, um estudo sueco publicado em uma revista médica britânica descobriu que o grupo de mulheres que bebiam três ou mais copos de leite apresentou taxas maiores de morte que o daquelas que beberam menos de um copo por dia. Ossos quebrados se mostraram mais comuns em voluntárias que consumiam muito o produto. Outros itens lácteos não estavam ligados a esses problemas. O principal autor da pesquisa, Karl Michaelsson, da Universidade de Uppsala, disse que os resultados são muito preliminares para indicar a necessidade de uma mudança nas recomendações dietéticas.

“A ideia de que o leite é um alimento perfeito foi desacreditada”, disse o nutricionista David Levitsky, da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos. Mas continua a ser uma rica fonte de cálcio e ainda é visto como uma parte valiosa de uma dieta bem equilibrada, especialmente para as crianças, acrescentou o especialista. “É um bom alimento. Mas você não deve olhar para ele como um alimento mágico”, comentou.

 

veja também