Exagerar no álcool leva risco de perda de memória em dobro

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 31 Julho de 2014 as 9:39

É comum todos estarem cientes de que ingerir álcool em excesso é um mal para a saúde. Um estudo ealizado com americanos concluiu que o hábito pode dobrar risco de perda de memória grave mais tarde na vida. As informações foram divulgadas através do jornal "The Guardian".

estudo,álcool,doençasForam analisadas pelos cientistas 6.542 americanos de meia-idade sobre o seu consumo passado de álcool e avaliaram suas habilidades mentais ao longo de oito anos.

“Essa descoberta, de que as pessoas de meia-idade com uma história de problema com bebida mais do que dobra as chances de perda de memória quando são mais velhas, sugere que se trata de um problema de saúde pública que precisa ser tratado”, disse o pesquisador chefe Iain Lang, da Universidade de Exeter, Inglaterra.

“Isso não quer dizer que as pessoas precisam se abster de álcool completamente. Além de uma dieta saudável, não fumar e manter um peso saudável, uma taça de vinho tinto pode até mesmo ajudar a reduzir o risco de desenvolver demência”, acrescentou Doug Brown, diretor de pesquisa e desenvolvimento da Alzheimer's Society.

 

 

 

 

 

Com informações de: Terra

veja também