Frutas orgânicas não diminui risco de câncer em mulheres

Estudo da Universidade de Oxford conclui que, substância usada na plantação orgânica, pode não ter relevância para a doença

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 31 Março de 2014 as 10:04

Os alimentos orgânicos já estão mais acessíveis para o consumo, podendo ser a melhor opção para a alimentação diária, previnindo contra doenças. Mas segundo um estudo realizado na Univerdidade de Oxford, nos Estados Unido, esse tipo de alimento não reduz em nada risco de câncer, principalmente nas mulheres. Pessoas adeptas a essa alimentação pode ter risco maior de desenvolver o câncer de mama.

As informações divulgadas através do jornal inglês, Daily Mail, ainda citou que para concluir o estudo, foram analisados os hábitos alimentares de 600 mil mulheres na meia idade, durante nove anos e observou que aquelas que comiam apenas frutas e verduras orgânicas tinham os mesmos índices de desenvolver 16 tipos de câncer do que as outras pessoas que não consumiam este tipo de alimento.

Os pesquisadores se preoculparam com o uso de pesticidas nos alimentos, o que pode aumentar o risco de câncer. Até então as evidências ainda não são conclusivas sobre o assunto. "Notamos neste estudo que as chances das mulheres de meia idade terem a doença não tem relação com a dieta orgânica que possam ter", explica Tim Key, professor responsável pela pesquisa.

Já que há evidências de que as substâncias agrícolas não têm ligação direta com o câncer, a alimentação é sim um fator grave de risco. "Os cientistas estimam que mais de 9% dos casos de câncer no Reino Unido podem estar ligados à dieta das pessoas e que 5% está relacionado a não comer frutas e verduras suficientes", afirma a Dra. Claire Knight, gerente de conteúdo da instituição Cancer Research UK.

 

Com informações de: Terra

veja também