Idosa com Parkinson volta a andar e dançar por causa da música

Idosa com Parkinson volta a andar e dançar por causa da música

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 28 Abril de 2014 as 2:56

Está provado que a música transmite sensação de bem-estar e poder que traz a mente. Mas uma recente descoberta, fez com que uma idosa com parkinson voltasse a caminhar e até dançar por conta da música. É o caso da idosa britânica, Christine Reeve, 73 anos, que há oito anos sofre da doença. Certos tipos de música a fizeram voltar a andar. A principal delas é "Tiger Feet", do Mud, um clássico dos anos 70. As informações foram divulgadas pelo jornal britânico, Daily Mail.

Essa descoberta ocorreu quando ela comentou com o fisioterapeuta que queria ouvir um pouco de música durante a atividade e ele lhe arranjou um I-Pod com músicas dançantes. Os especialistas ficaram surpresos com o progresso que a paciente apresentou com a música.

parkinsonA primeira música foi "Tiger Feet", mas descobriu que outras músicas em ritmo de marcha produziam o mesmo efeito, como "Bad Moon Rising", do Creedence Clearwater Revival, McNamara's Band, de Bing Crosby. Segundo Christine, a batida faz com que ela tenha controle sobre seu corpo.

Sua fisioterapeuta Fiona Lindop, da equipe de parkinson do Derby's London Road Community Hospital, ficou tão impressionada com os efeitos da música sobre a paciente que está tentando obter recursos para um estudo sobre o tema.

Depois de presenciar o caso de Christine, ela passou a testar o uso de música com outros pacientes e obteve diferentes resultados.

O uso do metrônomo (aparelho que ajuda músicos a manter o ritmo durante o estudo) é útil para pacientes com Parkinson. Mas o estudo tentará comprovar que a música pode ser ainda mais eficaz, não só para melhorar os movimentos dos pacientes, mas também sintomas como insônia, dificuldade de engolir e demência.


Com informações de: UOL

veja também