Idosos serão a maioria em São Paulo nos próximos doze anos

Devido a taxa de natalidade e aumento na expectativa de vida farão dobrar número de pessoas com mais de 60 anos na cidade

fonte: Guiame, com informações de VejaSp

Atualizado: Quinta-feira, 22 Janeiro de 2015 as 10:32

população idosa em São Paulo
população idosa em São Paulo

Foi divulgado nesta quarta-feira (21), uma pesquisa realizada pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), revelou que nos próximos doze anos, idosos serão a maioria, por conta da taxa baixa de natalidade. A pesquisa também revelou que São Paulo vai ultrapassar a marca de 12 milhões de habitantes em 2030.

O índice de envelhecimento da população, que relaciona o grupo de pessoas com mais de 60 anos de idade em comparação a jovens com menos de 15 anos vai dobrar entre 2010 e 2030. De seis idosos para cada dez jovens, em 2010, para doze idosos a cada dez jovens em 2030. Em 2050 a proporção será ainda maior: serão 21 idosos para cada dez jovens. A partir de 2027, São Paulo terá mais idosos do que jovens morando na cidade.

Bairros da região central e centro expandido da cidade como Pinheiros, Bela Vista e Jardins (na média, serão 40 idosos para cada dez jovens) serão as regiões que concentrarão os moradores acima de 60 anos de idade na cidade.

De acordo com a pesquisa, a taxa de fecundidade de São Paulo é o principal motivo para a mudança de perfil da cidade. Entre 1980 e 2010, o número médio de filho por mulher paulistana caiu de 3,2 para 1,7 filho. A tendência é de que nesta década a proporção caia ainda mais. Em 2030, pelo menos 30 distritos da cidade vão apresentar saldos "vegetativos" (os óbitos serão maiores do que os nascimentos) negativos.

 

veja também