Injeção de óleo mineral leva a morte, segundo especialistas

Injeção de óleo mineral leva a morte, segundo especialistas

Atualizado: Terça-feira, 18 Março de 2014 as 1:34

O brasileiro residente da cidade de Olinda, Pernambuco, conhecido por "Popeye brasileiro, “Arlindo Anomalia” e “Montanha”, Arlindo de Souza, estampou as páginas dos jornais na semana passada por sua estranha forma física. Arlindo injeta  óleo mineral em diversas partes do corpo para conseguir este aspecto volumoso. Até o momento, essa técnica é considerada arriscada, o que pode levar à morte. Arlindo concedeu entrevista ao jornal britânico, "Daily Mail", onde relatou a morte de um colega, e afirmando que não faz mais o uso da substância.

óleo mineral injetável pode matar“Se você injetar no bíceps, a tendência é este líquido descer para a parte inferior do braço”, explica Paulo Olzon, clínico e presidente da Associação dos Médicos da Escola Paulista de Medicina (AMEPM-SP).
O especialista ainda afirma que, independente das próteses de silicone, que traz um invólucro e com uma forma pré-definida, o uso de óleos ou outras substâncias líquidas, injetadas indiscriminadamente, pode deformar o corpo e causar justamente o efeito inverso: um aspecto deformado. 
 
Segundo Barbara Machado, chefe da equipe médica da Clínica Ivo Pitanguy, no Rio de Janeiro, concorda que, por não ter formato definido, a substância pode fazer verdadeiros estragos no corpo. “Pode causar deformações com aspectos grotescos”, afirma.
 
Entre os sintomas mais comuns que podem indicar algum problemas estão tosse seca e falta de ar, no caso de embolia pulmonar; e dor no local, sensação de latejamento e vermelhidão, com ocorrência de pus, nos casos de infecção, explica Bárbara.
 
 
 
Com informações de: Terra

veja também