Lista de alimentos que previnem doenças

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 4 Agosto de 2014 as 9:27

Para ter a saúde em dia é preciso ter uma alimentação rica em alimentos que previne contra doenças. O cardápio do dia a dia deve ter pelo menos uma vitamina para o organismo se manter em bom funcionamento.

Confira a lista de alimentos responsáveis por prevenir contra doenças futuras.

Berinjela: é antioxidante, anti-inflamatória, rica em proteínas, cálcio, fósforo, ferro, potássio e vitaminas A, C e do complexo B. Suas fibras reduzem a ação de gorduras sobre o fígado e são ideais para o bom funcionamento intestinal. Além disso, previne contra o câncer e estimula o sistema imunológico.

Cenoura: por seu alto ter de fibras, o legume ajuda a reduzir o colesterol, protege contra o câncer e possui grande quantidade de vitamina A, nutriente essencial para a saúde dos cabelos, pele, olhos e ossos.

Manga: essa fruta tem fibras, ferro e potássio, com baixo teor de calorias. É excelente fonte de betacaroteno, vitamina C e E, niacina e pectina.

Espinafre: suas folhas possuem nutrientes antioxidantes bioflavonoides, que ajudam a bloquear as substâncias causadoras do câncer. É rico em carotenoides, como betacaroteno e luteína. É uma boa fonte de potássio.

Manjericão: rico em magnésio, ferro, cálcio, potássio e vitamina C, E, B3, B6 e zinco. Devido à presença do magnésio, melhora a saúde do sistema cardiovascular. Apresenta função anti-inflamatória, atua como estimulante digestivo, calmante e previne infecções no intestino. Os flavonoides contidos no manjericão protegem as estruturas celulares contra os efeitos dos radicais livres.

Pimenta dedo-de-moça: entre as propriedades estão minerais e ferro; tem ação antioxidante e imunológica. Elas defendem o organismo contra o envelhecimento.

Tomate: age na oxidação do colesterol , auxilia na prevenção do câncer de próstata, estimula a secreção gástrica e depurativa do sangue, ajuda no tratamento da pele, gota, reumatismo e prisão de ventre. Quando processado, o tomate apresenta maior concentração de licopeno.

Amora: auxilia no combate às doenças cardíacas e à osteoporose. Aumenta a taxa de colesterol bom do sangue, regulando os níveis de antioxidantes do organismo. Ajuda a amenizar os sintomas da tensão pré-menstrual e melhora a função da memória. Tem propriedades diurética e laxativa.

Framboesa: ajuda a prevenir doenças cardíacas e câncer. Contribui para controlar os níveis de colesterol e a prisão de ventre. É rica em fibras, ácido fólico, ferro, potássio e contém antocianinas.

Morango: previne problemas de pele, do aparelho digestório, do sistema nervoso e o reumatismo. Protege os ossos, a má formação dos dentes, auxilia na resistência aos tecidos e age contra infecções, além de ajudar a cicatrização. Possui grande quantidade de vitamina C , B5 e ferro.

Semente de linhaça: além dos nutrientes básicos como carboidratos, proteínas, gorduras e fibras, possui elementos que podem diminuir o risco de algumas doenças. O uso contínuo pode aumentar a defesa do organismo e reduzir o ritmo de envelhecimento celular. Também apresenta funções antioxidantes e anticancerígenas. Por ser rica em ácido graxo-linolênico e lignina, possui ação semelhante aos isoflavonoides e estrógeno, que a torna importante complemento para mulheres na menopausa.

Salmão: peixe é rico em ácidos graxos e ômega 3. Essas substâncias evitam a formação das placas que obstruem as artérias, reduzem o colesterol e combatem os triglicerídeos. Para aproveitar os benefícios do Omega-3, recomenda-se o consumo diário de 180g do peixe em diversas formas: assado, grelhado e também em sashimi.

Gergelim preto: por ser rico em gorduras monoinsaturadas e elevada concentração de fibras, é excelente fonte de proteínas. Umedece e lubrifica os intestinos pela presença de ácido linol, aumentando o peristaltismo intestinal (movimento que é feito para empurrar o bolo alimentar) e ativando a circulação sanguínea na parede intestinal. Apresenta grande quantidade de cálcio, fósforo, ferro e vitaminas do complexo B.

Soja: é excelente fonte de minerais como cobre, ferro, fósforo, potássio, magnésio, manganês, enxofre, cloro e vitaminas A,C, E, e do complexo B. Por conter antioxidantes, auxilia no combate aos radicais livres. Possui fibras que são de extrema importância para o funcionamento adequado do intestino e tem a capacidade de captar partículas maiores de gordura, levando-as a passar direto pelo intestino, sem serem absorvidas. Pode ser consumida em várias formas: grãos, farinhas, extrato (leite de soja), óleo, tofu, missô, shoyo, lecitina de soja e proteína texturizada de soja. Indica-se o consumo diário de 60g, em forma de grão, ou 200 ml, em forma de extrato.

Alcachofra: com excelentes propriedades nutritivas e medicinais, oferece diversos benefícios à saúde. Possui elevado teor de fibras, vitaminas do complexo B, vitamina C, potássio, cálcio, fósforo, iodo, sódio, magnésio e ferro. Apresenta como princípios ativos a cinarina e o ácido cafeico, que estimulam a formação da bile hepática, responsável pela redução do colesterol e dos triglicerídeos. Promove saciedade, melhora no trânsito intestinal e na diurese (quantidade de urina produzida pelos rins).

Chia: concentra altos teores de fibras solúveis que, além de colaborar para saúde cardiovascular, promove sensação de saciedade e ajuda na manutenção do peso saudável. Possui grande concentração de ômega 3, vitaminas do complexo B, cálcio, magnésio e potássio. O alimento pode ser consumido in natura ou nas formas de farinha e óleo, em receitas de bolos, pães e tortas. Previne o envelhecimento precoce, aumenta a imunidade, reduz os níveis de colesterol e da glicemia.


Com informações de: UOL

veja também