Mel e pólen são usados como tratamento de doença pelos Romenos

Mel e pólen são usados como tratamento de doença pelos Romenos

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 14 Abril de 2014 as 10:40

Muitos utilizam o mel para tratar de um simples resfriado ou para substituir o açúcar nas refeições. Segundo os Romenos, o mel e pólem, podem servr para tratamento de doenças. Eles utilizam o veneno de abelha para tratar esclerose múltipla, pólen para a digestão e mel para cicatrização. 

"A colmeia é a farmácia natural mais antiga e mais saudável", diz Cristina Mateescu, a dinâmica diretora do Instituto Romeno de Pesquisa e Desenvolvimento Apícola.

Mel e pólen são usados como tratamento de doença pelos RomenosSegundo Mariana Stan, médica alopata clássica durante anos, diz que "cujos resultados são mais lentos, porém mais duradouros e profundos"."Na minha cidade, minha bisavó era curandeira e usava mel. Ela me inspirou", conta à AFP.

A Romênia é um país de vanguarda na apiterapia, uma medicina alternativa cujas raízes remontam à antiguidade.

O país que é tido como valores rurais arraigados, muitas famílias continuam usando o própolis no inverno contra as dores de garganta e as doenças das vias respiratórias, enquanto o mel e o pólen são usados como estimulantes imunológicos. Todas as cidades têm seus "plafar", herbolários onde se criam produtos à base de plantas, mel, cera de abelhas e própolis.

"A Romênia é pioneira em apiterapia, que reconheceu muito cedo como um componente da medicina científica", explica à AFP o professor americano Theodor Charbuliez, presidente da comissão de apiterapia Apimondia, uma federação que reúne apicultores do mundo todo.

Foram descobertos, na formação médica clássica, módulos de apiterapia e o extrato de própolis, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas e Desenvolvimento Apícola, foi reconhecido oficialmente como medicamento.


Com informações de: Terra

veja também