Morre médico que se submeteu a tratamento experimental contra Ebola

Médico que usou tratamento contra a doença morreu nesta segunda-feira

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 25 Agosto de 2014 as 10:44

Um dos três doutores liberianos infectados pelo vírus de ebola, morreu nesta segunda-feira (25), devido ao não sucesso do tratamento experimental. O doutor identificado como
Abraham Borbor, não conseguiu resistir a ação do vírus mesmo usando o soro experimental ZMapp. As informações foram divulgadas pelo governo local.

doença,médico,tratamento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Ontem ele estava caminhando, e os médicos tinham esperança que fosse se recuperar completamente", disse o ministro da Informação, Lewis Brown, em entrevista à emissora de rádio da Missão das Nações Unidas na Libéria (UNMIL).

O vice-ministro de Saúde para Serviços de Prevenção, Tolbert Nyenswah, afirmou na última quinta-feira, que os pacientes haviam apresentado sinais de melhora com o uso do ZMapp.

O soro experimental nunca havia sido testado em humanos e foi fornecido inicialmente a dois cidadãos americanos infectados na Libéria, como o médico Kent Brantly e a missionária Nancy Writebol, que já receberam alta médica.

 

 

 

com informações de: Terra

 

veja também