Os 10 alimentos que controlam o colesterol

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 11 Agosto de 2014 as 1:33

A má alimentação contribui com aparecimento do colesterol, seguido de idade avançada, fumo, histórico de diabetes, hipertensão, problemas cardiovasculares e pré-disposição genética. Descuidar, pode causar uma espécie de bomba-relógio, que pode contribuir para doenças como câncer, infarto e arteriosclerose.

“O controle da alimentação já influencia significativamente um uma redução do perfil de colesterol. Assim, procure reduzir alimentos ricos em gordura como embutidos, refeições pré-prontas (congelados), industrializados, biscoitos recheados, gordura hidrogenada”, afirma Cintia Azeredo, nutricionista do Vita Check-Up Center.

De acordo com a especialista, é recomendado fazer algumas substituições no cardápio, para controlar os índices dessa substância no sangue. Alguns exemplos são a adoção de leite desnatado ou de soja no lugar do integral, mais carnes magras e menos carne vermelha (consumindo até 3 vezes por semana) e queijos brancos em vez dos amarelos.

Ela ainda ressalta que nem todo tipo de colesterol é ruim. O HDL, considerado bom para o organismo, atua na limpeza do “mau colesterol” (LDL) ao levá-lo para ser metabolizado pelo fígado, impedindo o acúmulo de gordura nas artérias.

Confira a lista de dez alimentos que controlam o problema.

Soja e derivados
Se consumida sem excesso, a soja é uma aliada na luta contra o problema, já que, de acordo com a nutricionista, aumenta os níveis de HDL, o colesterol bom. Isso também vale para seus derivados, como o leite.

Peixes ricos em ômega 3
Como o corpo não produz o ácido graxo ômega 3, é importante consumir alimentos que contenham esse nutriente essencial ao bom funcionamento do coração e do sistema circulatório.

Salmão e atum são exemplos de peixes que contém a substância que não só reduz os níveis de colesterol e triglicérides, como também tem ação anti-inflamatória, reduz a pressão arterial e evita o entupimento das veias.

Chia e linhaça
Entre outros tipos de sementes, a chia e a linhaça são bons exemplos de ingredientes úteis na dieta de quem precisa reduzir o colesterol ruim. Além de serem ricas em fibras, que auxiliam na redução da absorção de colesterol pelo intestino, elas apresentam boas quantidades de ômega 3.

Nozes e castanhas
Combater os efeitos nocivos da gordura com gordura pode parecer estranho, mas é isso que fazem as nozes e castanhas. As oleaginosas, como nozes, castanha do Pará e amêndoas, são ricas em gordura poli-insaturada, considerada boa para o organismo.

Se consumidas em excesso, elas podem fazer mal, portanto o ideal é moderar a ingestão para absorver seus benefícios por inteiro.

Frutas vermelhas
Entre os vários benefícios das frutas vermelhas à saúde, o controle do colesterol é um destaque. Isso porque, segundo Cintia Azeredo, elas são ricas em substâncias antioxidantes, que inibem a oxidação do LDL (o vilão).

Amora, framboesa, morango, mirtilo, cereja, açaí e ameixa são alguns exemplos que podem ser citados.

Óleos vegetais
Óleos extraídos de vegetais, como de canola, girassol e milho são aliados nesse combate. A razão está em suas grandes quantidades de fitoesterois, substâncias que têm se mostrado benéficas na redução de colesterol do sangue.

Alho
Além de ser um tempero muito apreciado na culinária brasileira, o alho tem um composto ativo chamado alicina que ajuda na redução do mau colesterol no corpo.

Seus compostos sulfúricos também têm ação antioxidante, que ajudam no combate de doenças cardiovasculares e melhoram o sistema imunológico, apesar do hálito característico que deixam.

 Grãos integrais
Substituir os grãos processados pelos integrais não só ajuda no funcionamento do intestino e no emagrecimento (já que contribuem para dar mais saciedade), como também na redução do colesterol. Isso porque alimentos integrais, como trigo e arroz, são ricos em fibras solúveis. 

Aveia
Assim como os grãos integrais, a aveia possui grande quantidade de fibras solúveis, que atuam na diminuição da absorção de gordura pelo intestino e na consequente transformação em colesterol. O ingrediente é também um importante parceiro do emagrecimento, ao dar saciedade e melhorar a função intestinal.

 

 

 

Com informações de: exame

veja também