Os alimentos que os seus filhos devem evitar

Conheça cinco alimentos que os filhos devem evitar.

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 24 Novembro de 2014 as 3:32

Educar um filho parece uma tarefa difícil para alguns pais. Quando se trata em reeducação alimentar, o negócio fica difícil. Os pequenos adoram comer uma besteira aqui, outra besteira ali, mas é preciso ficar atento para a alimentação, evitando o consumo de alguns alimentos desnecessários que podem prejudicar a saúde.

Saiba como amenizar o consumo de cinco alimentos preferidos por eles.

Salgadinhos ou pipoca de microondas: Apesar de serem saborosos, eles são cheios de corantes e conservantes, reconhecidos pelo organismo como substâncias estranhas, nocivas à saúde. Muitos também apresentam excesso de gordura.
Dica: olhe o rótulo antes de comprar. Há opções sem conservantes. Além disso, sempre compare as quantidades de sódio, açúcar e gordura trans entre os itens que pretende levar.

reeducação alimentarRefrigerantes: as bebidas gaseificadas podem causar distensão gástrica, o que exige mais comida para o corpo sentir-se saciado. Refrigerantes que contêm cola reduzem a absorção de cálcio pelo organismo, fundamental para a formação óssea.
Dica: os sucos são mais nutritivos. Se suas crianças insistem que querem bebida gasosa, adicione um pouquinho de água com gás.

Bolachas recheadas e sorvete: por conter gordura trans, podem ocasionar obesidade e predispõem a criança a uma série de doenças. Não é fácil para o corpo metabolizar essa gordura complexa. Resumidamente, sabe-se que ela aumenta os níveis do “mau colesterol” e diminui o “bom”.
Dica: se o apego é pela crocância, tente substituir a bolacha recheada pela de leite ou de maisena. Já o sorvete, sempre que possível, deve ser trocado por raspadinha ou suco de fruta congelado.

Açúcar branco: além de provocar cáries, engorda, sendo conhecido como caloria vazia, sem nutrientes.
Dica: prefira o mascavo, que não passa pelo processo de refino, conservando suas propriedades.

Excesso de sal: pode induzir à retenção hídrica e, consequentemente, ao aumento da pressão arterial. Essa situação pode ocasionar problemas cardiovasculares e renais ao longo dos anos e, em alguns casos, ainda na infância.
Dica: reduza o sal nas refeições e o substitua por temperos naturais como cebola, alho, limão, orégano, manjericão e alecrim, que acentuam o sabor sem ser prejudiciais.


com informações de: Revista Crescer

veja também