Pessoas que sofrem de fibromialgia podem ter dificuldades para dormir

No momento, ainda não se sabe a relação do sono com a doença.

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Terça-feira, 7 Outubro de 2014 as 10:22

Qualquer pessoa que encontra dificuldades para dormir, pode sofrer de algum sintoma ou doença. Para os que sofrem de fibromialgia, o problema não muda. O paciente tende a acordar mais cansado do que ao deitar - é o chamado sono não-reparador. Cerca de 75% dos pacientes com fibromialgia relatam alterações do sono, particularmente sono não-reparador, atribuindo-se uma relação entre dor e alterações do sono.

Até o momento, não existe relação comprovada, como também não existem dados que permitam afirmar se estamos diante de uma relação causal, de uma consequência ou mecanismo de manutenção das condições de dor crônica.

fibromialgia

A polissonografia é um método não-invasivo (vagamente semelhante a um eletrocardiograma, embora mais complexo) que permite o estudo dos padrões de sono. Em muitos pacientes com fibromialgia é possível observar uma arquitetura, um padrão do sono alterado.

O jeito normal de funcionamento do sono abrange diferentes estágios repetitivos. No início da noite, o estágio REM dura cerca de 10 minutos tornando-se mais demorado próximo ao despertar. Existe um aumento da latência para o início do sono, um aumento do número de microdespertares noturnos, redução da quantidade da fase restauradora do sono e mais intrusões de ondas alfas nos estágios caracterizados pelas ondas delta.

É mais do que provado que o sono é importante para o bem estar do ser humano. Uma noite bem dormida é necessária para recuperação de qualquer doença, é parte da convalescência e do crescimento. Privar um indivíduo do sono leva a alterações de humor, atenção, piora as dores pré-existentes, é uma forma de tortura. É recomendável que o ambiente para o sono seja calmo e silencioso, deixando de lado as preocupações. Anotar as obrigações do dia seguinte ou as preocupações do momento, dedicando alguns minutos da noite a programar o dia seguinte ou a compartimentalizar o que pode ou não ser feito, o que está ou não dentro da sua esfera de influência, pode ajudar.

 

com informações de: Minha Vida

veja também