Probióticos que oferecem 'bactérias boas' não são benéficas para saúde

Segundo estudo, as 'bactérias boas' presentes em alguns dos produtos não chegam ao intestino delgado.

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quarta-feira, 17 Setembro de 2014 as 1:05

Usado por quem dificuldade de ir ao banheiro, os probióticos são os produtos mais adquiridos por ajudar no funcionamento do organismo. Mas, segundo uma nova pesquisa, diz que muitas delas não trazem nenhum tipo de benefício à saúde.

Em alguns destes produtos a chamada ‘bactéria boa’, que é conhecida por auxiliar no processo de digestão, mal chega ao intestino delgado.

Os responsáveis pela pesquisa da University College London submeteram oito produtos probióticos a três testes, e descobriram que apenas um foi aprovado.

ProbióticosOs pesquisadores investigaram se eles continham a quantidade de bactérias que diziam ter no rótulo; se as bactérias que sobrevivem conseguiam passar pelo ambiente ácido do estômago; e, por fim, se agiam no intestino delgado.

Quatro deles não passaram em nenhum dos três testes. O Yakult contém bactéria suficiente mas falhou nos outros dois testes, enquanto que o rival Actimel ficou aquém do número de bactérias que sobrevivem no estômago.

Estima-se que, seis em cada dez lares britânicos compram regularmente bebidas e suplementos probióticos, que afirmam estar repletos de ‘bactérias amigáveis’ que aumentam a saúde.

O autor do estudo, Simon Gaisford, afirma que em sua forma líquida os probióticos são melhores do que em capsulas.

Ele recomenda tomar em jejum ao acordar, pelo menos dez minutos antes de comer, para reduzir a chance de as bactérias benéficas serem mortas pelos fluidos do estômago.


Com informações de: Terra

veja também