Segundo especialista, bebidas zero são seguras para a saúde

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 15 Agosto de 2014 as 1:12

Bebidas gaseificadas não são vistas com bons olhos, tornando o consumo prejudicial à saúde. Segundo a especialista de engenheira de alimentos Maria Cecilia de Figueiredo Toledo, professora da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), não há motivos para preocupação: todos os adoçantes aprovados para uso em alimentos no Brasil são seguros.

bebidas zero,saúde,nutrição"Não há registro na literatura científica de danos à saúde causados pelo uso desses adoçantes como parte de uma dieta equilibrada. Pelo contrário, quando substituem o açúcar, esses aditivos trazem benefícios não só para diabéticos, mas também para aqueles que visam perder peso ou reduzir a ingestão calórica", comenta Maria Cecilia, que trabalha há 35 anos com aditivos alimentares e é especialista em adoçantes.

Para ela, o motivo para desconfiança são informações equivocadas que circulam na internet associando esses ingredientes a problemas de saúde.

Maria Cecília explica que as diferenças entre eles. "a versão regular contém açúcar e a versão zero substitui esse nutriente por adoçante, o que faz com que ele não tenha calorias", explica ela. "Em geral, a única fonte de calorias do refrigerante é o açúcar. Na versão zero, ao excluí-lo, a bebida deixa de fornecer calorias para a dieta", explica Maria Cecilia.

Ela ainda ressalta que todos os adoçantes usados em alimentos e bebidas no Brasil foram aprovados por comitês científicos de especialistas, que estabeleceram valores de Ingestão Diária Aceitável (IDA) para cada um deles.

 

com informações de: Terra

veja também