Sente dores após o treino? Saiba como evitar

Embora as dores pós-treinos sejam comuns, elas podem ser evitadas. Confira algumas dicas.

fonte: Guiame

Atualizado: Quinta-feira, 11 Agosto de 2016 as 8:50

Embora as dores pós-treinos sejam comuns, elas podem ser evitadas. (Foto: Reprodução)
Embora as dores pós-treinos sejam comuns, elas podem ser evitadas. (Foto: Reprodução)

Iniciantes e até mesmo os adeptos de práticas esportivas sempre lidam com a mesma queixa após a rotina de exercícios: as famosas dores musculares.

O incômodo, nomeado como Dor Muscular Tardia (DMT), caracteriza-se por um tipo de dor que aumenta progressivamente nas horas subsequentes à atividade física, com maior incidência entre 24 e 72 horas após o esforço.

A dor acontece principalmente quando um novo treino é iniciado ou quando a intensidade do exercício é maior, pois o músculo passa a exigir um desempenho até então não realizado. Dessa forma, a musculatura, que não estava preparada para suportar tamanho esforço, sofre um micro trauma — pequenas lesões da estrutura muscular que atingem os músculos mais trabalhados.  

Embora as dores pós-treinos sejam comuns, elas podem ser evitadas. Para isso, confira algumas dicas da unidade MIP (medicamento isento de prescrição) do Aché Laboratórios:

Priorize o aquecimento e o alongamento. Antes de qualquer atividade, é extremamente importante que o atleta prepare o corpo. O aquecimento faz com que a musculatura do corpo seja estimulada, diminuindo o risco de lesões. Depois do treino é necessário fazer um alongamento, pois este processo ajudará os tecidos musculares a relaxarem e a recuperarem forças para os próximos desafios.

Faça uma alimentação adequada. A nutrição correta pode evitar a fadiga, otimizar o período de recuperação, diminuir a ocorrência de lesões, promover qualidade de vida e ainda garantir a correta reposição dos estoques de energia. Uma alimentação equilibrada também contribui ainda para o fortalecimento do sistema imunológico e garante boa concentração.

Estabeleça limites. É normal querer ultrapassar limites, mas é preciso cautela. A intensidade dos treinos deve ser aumentada aos poucos. Nos dias em que houver incômodos, o ideal é realizar atividades moderadas ou treinar outros grupos musculares.

Caso a dor já esteja instalada, uma boa opção é o uso de analgésico e anti-inflamatório tópico, como o Biofenac Aerossol. O medicamento tem a função de diminuir o processo inflamatório e auxiliar no controle da dor dos locais acometidos por lesões, ajudando na recuperação do atleta. É importante ressaltar que se o sintoma  persistir, é necessário procurar um especialista imediatamente para avaliação.

veja também