MENU

Saúde

Suco de uva: Um doce remédio para a saúde

Suco de uva: Um doce remédio para a saúde

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:30

Estudos recentes têm revelado que o suco de uva preta ou rosada pode trazer benefícios à saúde por conter os poderosos antioxidantes, chamados flavonóides, elementos aos quais se atribuem os bons efeitos do vinho sobre o coração. Os flavonóides no suco de uva, como os do vinho, se mostraram capazes de evitar a oxidação do chamado mau colesterol, LDL ou lipoproteínas de baixa densidade, que levam à formação de placas nas paredes das artérias.

Pesquisadores da University of Wisconsin Medical School em Madison, nos Estados Unidos, pediram a 15 pacientes, que já mostravam sinais clínicos de doença cardiovascular, incluindo artérias entupidas, que bebessem diariamente um copo de suco de uva. Após 14 dias, os testes sangüíneos revelaram que a oxidação nesse pacientes estava significativamente reduzida. E imagens de ultra-sonografia mostraram mudanças nas paredes das artérias, indicando que o sangue tinha fluído mais livremente.

O grande mérito do suco de uva é que, ao contrário do vinho, não provoca efeitos adversos para a saúde como alcoolismo, distúrbios de comportamento, síndrome fetal alcoólica, acidente vascular cerebral hemorrágico, hipertensão arterial, arritmia, miocardiopatia e morte súbita.

Com o suco de uva, pode-se beber bastante para obter os benefícios sem se preocupar em ficar intoxicado. A evolução dos estudos científicos mostram que antioxidantes do suco de uva permanecem no corpo por mais tempo do que os do vinho. Recente artigo científico editado em janeiro de 2000 pela revista American Journal of Clinical Nutrition, mostrou que o antioxidante presente no suco de uva permanecia no sangue por mais de quatro horas, enquanto que o do vinho tinto por apenas três horas depois de bebido pelos voluntários.

O suco de uva contém mais calorias que o leite. É pois, um alimento privilegiado para os períodos de "reconstrução" da fadiga, da anemia, da convalescença.

O açúcar do suco de uva, composto por glicose e frutose, é diretamente assimilável, não exige nenhum esforço aos órgãos digestivos, e é por tal razão aconselhável para a alimentação dos doentes atacados por febre.

Do ponto de vista terapêutico trata-se de um dos mais preciosos sucos. O suco de uva é estimulante das funções hepáticas, constituindo mesmo a base de remédios farmacêuticos para o fígado (esta função é desempenhada não apenas pelo suco, como também, pela uva e folhas de parreira).

Por ser alcalinizante (combate a acidez sanguínea), é indicado a pessoas intoxicadas pelo excesso do consumo de carne. O suco de uva é um valioso estimulante digestivo pois acelera o metabolismo, eliminando de seu organismo o ácido úrico, causador da fadiga. Além disso, ele ajuda a restabelecer o equilíbrio ácido-alcalino do organismo, necessário para um fornecimento constante e prolongado de energia.

Sucos naturais são formas saborosas de superenergizar seu corpo com energia rápida. Els contêm nutrientes específicos não encontrados em alimentos cozidos e ajudam a proporcionar uma energia fantástica.

O tratamento com suco de uva é utilizado nas dietas de desintoxicação, pois: melhora o estado da maior parte dos doentes; regenera as células do fígado e dos rins; purifica o sangue; a ação laxativa poderosa, mas suave da uva, limpa o intestino de suas fermentações putrefativas; é depurativo e renova o plasma do sangue. A sua riqueza em vitaminas e sais minerais confere-lhe poder no combate a várias doenças, entre elas: - Aperiente peitoral, anti- escorbútica, reumatismo, gota, artrite, hipertensão, prisão de ventre, anemia, hipercolesteroemia, depressão, eczema e hepatite. Além disso é diurética, tônica, reconstituinte, ativadora das funções intestinais, vitalizante, mineralizante, antiinflamatória, calmante e adstringente. Por seu alto teor em sais de ferro, o suco de uva é aconselhado no tratamento da anemia. Pelos inúmeros fermentos que contém, a uva favorece a mudança da flora bacteriana do intestino, sendo indicada nas perturbações grastrointestinais. Beneficia todo o aparelho digestivo, combatendo a dispepsia, as flatulências, a atonia intestinal e as fermentações. Deve-se tomar vários copos ao dia para fins terapêuticos.

Alguns estudos indicam uma baixa incidência de câncer nas regiões da França onde a monodieta de uva é feita uma vez por ano.

Siga-nos

Mais do Guiame