Três regras para uma dieta saudável durante a gravidez

A health coach Rocío Río de la Loza recomenda quais são os alimentos que as mulheres devem ou não consumir durante os nove meses de gravidez.

fonte: Guiame

Atualizado: Quarta-feira, 20 Julho de 2016 as 8:30

Saiba quais são os alimentos que as mulheres devem ou não consumir durante a gravidez. (Foto: Reprodução)
Saiba quais são os alimentos que as mulheres devem ou não consumir durante a gravidez. (Foto: Reprodução)

Toda mulher grávida sabe que a alimentação durante os nove meses irá determinar o desenvolvimento do bebê. Nesse momento, a dúvida que surge é: quais são os alimentos que as gestantes devem ou não incluir na dieta?

A alimentação deve variar segundo as necessidades da mãe e do bebê em cada trimestre da gravidez. Antes da concepção e durante o primeiro trimestre, por exemplo, se recomenda aumentar as reservas de ácido fólico para prevenir imperfeições no desenvolvimento do embrião. Durante o segundo e terceiro trimestre, a dieta deverá variar com base nas avaliações médicas.

Para que a escolha do novo cardápio seja mais prática, a health coach Rocío Río de la Loza revela três regras de ouro para conseguir uma dieta equilibrada durante os nove meses de gestação:

Diminuir e eliminar: reduzir a quantidade de bebidas açucaradas, álcool e café em sua alimentação, assim como eliminar por completo produtos como o patê, o queijo, o leite não pasteurizado, o fígado e o peixe cru. Esta advertência procede do Serviço Nacional de saúde do Reino Unido (NHS, por suas siglas em inglês) com o fim de prevenir doenças que podem ser transmitidas pelos próprios alimentos.

Importância das proteínas e dos carboidratos: o pescado azul, o frango, o peru, a carne de vaca e cordeiro são fontes de proteínas, enquanto que os carboidratos aparecem nas frutas e verduras, além dos cereais integrais como a quinoa, a espelta, o trigo e o amaranto.

Vitaminas e minerais fundamentais: o cálcio, a vitamina D e a B9 são nutrientes imprescindíveis para a mãe e o feto. O cálcio ajuda a melhorar o sistema nervoso e circulatório, portanto se recomenda o consumo de sementes de chia e sésamo, trigo integral, o suco de frutas e leite de amêndoas; o suco de laranja, os cereais e o pescado são fonte de vitamina D; o espinafre, laranjas, o pão e os cereais contêm um alto conteúdo de vitamina B9, que são ótimas para prevenir imperfeições no tubo neural.

Outros nutrientes importantes durante a gravidez são o ferro e as vitaminas C, B6 e B12. O conjunto de nutrientes chega ao bebê através da corrente sanguínea que flui através do cordão umbilical.

Para uma gravidez saudável, Río de la Loza recomenda uma dieta equilibrada acompanhada de exercícios leves, que devem ser realizados de forma diária. Além disso, a health coach orienta a ingestão de porções dos seguintes alimentos:

- 5 porções de verduras e grãos completos;
- 3 porções de pescado, carne magra e legumes, além de alimentos ricos em ácido fólico;
- 2 porções de produtos com alto conteúdo em cálcio;
- Hidratação constante, sobretudo à base de água.

veja também