Vacina contra Ebola é administrada em 50 voluntários na Guiné

Ainda em fase de teste, vacina imuniza vinte voluntários

fonte: Guiame, com informações de Terra

Atualizado: Quarta-feira, 11 Março de 2015 as 9:39

Vacina na imuniza vinte voluntarios
Vacina na imuniza vinte voluntarios

Para prevenir contra novos surtos de ebola, a VSV-EBOV, em fase de testes na Guiné, foi administrada por 50 pessoas. A informação foi dada inesta terça-feira, através de fontes oficiais e a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF).

Foram imunizados cerca de 20 voluntário durante uma apresentação dos testes num centro médico na periferia de Conacri, segundo constatou a reportagem da AFP.

Os testes deram início em 7 de março, cerca de 50 pessoas foram vacinadas na Guiné, entre elas o ministro da Saúde, Rémy Lamah, e o coordenador nacional de combate ao Ebola, Sakoba Keita, informou a Organização Mundial de Saúde (OMS).

"Os testes têm por objetivo verificar a eficácia e a inocuidade da vacina contra o Ebola", no grupo de voluntários, declarou à AFP o médico Aboubacar Soumah, da MSF.

"Qualquer pessoa vacinada é submetida a uma observação de 30 minutos para ver se não há reações", acompanhada em intervalos predeterminados, informou.

O imunizado Sakoba Keita, vacinado no último dia 7, relatou se "sentir bem" e não ter verificado efeitos colaterais, comemorando o fato de que os primeiros voluntários foram dar seus depoimentos.

A onda de Ebola matou cerca de 10.000 pessoas, um número subestimado - segundo a própria OMS. Na Guiné, foram mais de 2.100 vítimas fatais do vírus para quase 24.000 casos registrados.

 

 

veja também