MENU

Para não perder líderes de vista, Santos tenta embalar contra o Guarani

Para não perder líderes de vista, Santos tenta embalar contra o Guarani

Atualizado: Quarta-feira, 26 Maio de 2010 as 9:32

Até a paralisação para a Copa do Mundo, o Brasileirão terá mais quatro rodadas. Para o Santos, serão jogos para embalar e encostar nos líderes antes do Mundial da África do Sul. O primeiro desses quatro desafios será contra o Guarani, nesta quarta-feira, às 21h50m (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Para o Peixe, uma vitória é fundamental, pois, além de ser uma chance para embalar, deixa o time campineiro para trás. As duas equipes têm cinco pontos. O Santos está à frente, em oitavo lugar (o Guarani é o décimo), porque marcou um gol a mais (6 a 5).

- Nossa intenção é parar para a Copa do Mundo entre a quinta e a oitava posição para não deixar o pelotão da frente escapar muito - afirma o técnico santista Dorival Júnior.

Já para o Bugre, o jogo na Vila é uma chance de vingança. No primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil, o time de Campinas foi humilhado e perdeu por 8 a 1. Na volta, o Guarani até venceu por 3 a 2. Mas a fatura já havia sido liquidada na Vila. Tanto que o treinador alvinegro, Dorival Júnior, mandou para Campinas apenas reservas.

Recém-promovido à Série A, o Guarani conta com quatro ex-santistas: o zagueiro Fabão, o lateral-esquerdo Márcio Careca, o volante Baiano e o técnico Vagner Mancini.

Baladeiros de volta

O Santos terá as voltas do meia Paulo Henrique Ganso e dos atacantes André e Neymar. O trio foi barrado e não jogou contra o Atlético-GO, sábado passado, porque se atrasaram para o início da concentração na quinta-feira passada. Estavam comemorando o aniversário de Madson, perderam a hora e só chegaram ao hotel do CT Rei Pelé de madrugada. O retiro havia começado às 22h30m. Já o aniversariante, como é reincidente, não está relacionado para o jogo contra o Bugre e deverá ser negociado. Já Robinho, que vai disputar a Copa do Mundo com a seleção brasileira, é desfalque.

Dorival ainda não decidiu se vai escalar três atacantes ou quatro jogadores no meio de campo. Se optar pela formação mais ofensiva, Zé Eduardo entra para formar trio com André e Neymar. Se quiser o 4-4-2, o treinador manda Marquinhos a campo, fechando quarteto com Arouca, Wesley e Paulo Henrique Ganso.

Bugre retrancado

Ainda invicto no Brasileirão, o Guarani deve adotar postura mais defensiva na Vila Belmiro para evitar que a goleada por 8 a 1 sofrida na Copa do Brasil se repita. Por isso, o técnico Vagner Mancini deve fazer uma mudança em relação à equipe que empatou por 2 a 2 com o Cruzeiro, no Brinco de Ouro.

O ala Moreno, que vinha jogando na meia esquerda, deve dar lugar ao experiente Baiano. Assim, o Bugre vai se resguardar com três volantes e apenas Preto na armação, chegando mais próximo dos atacantes Roger e Mazola. Roger, aliás, vai com moral depois de ter marcado quatro gols nos últimos dois jogos. Mesmo com uma marcação mais forte, Vagner Mancini garante que seu time não ficará na retranca.

- Tenho certeza de que vamos a Santos para fazer um bom jogo. Não dá para ficar com medo, não dá para ficar somente lá atrás. Temos que jogar futebol também - afirmou Mancini, depois do empate contra o Cruzeiro.

Os desfalques serão o zagueiro Dão e o volante Cléber Goiano. Ambos não estão mais nos planos do Guarani para a disputa do Brasileirão e foram liberados pela diretoria.

Santos

Felipe, Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Wesley, Marquinhos (Zé Eduardo) e Paulo Henrique Ganso; Neymar e André

Técnico: Dorival Júnior

Guarani

Douglas; Rodrigo Heffner, Fabão, Ailson e Márcio Careca; Renan, Baiano, Paulo Roberto e Preto; Mazola e Roger.

Técnico: Vagner Mancini

Jogo

Estádio: Vila Belmiro, em Santos. Dia: 26/05/2010. Horário: 21h50m (horário de Brasília). Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa/SP). Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Júnior e Dante Mesquita Júnior (ambos de SP)

Na foto: Dorival e Mancini comandam equipes que duelam na Vila

Foto por Editoria de Arte / GLOBOESPORTE.COM

veja também