Refugiados sírios se convertem e ensinam as crianças sobre Jesus Cristo

Apenas no início deste ano, mais de 126 mil refugiados entraram na Grécia, e mais de 500 mil no ano passado.

fonte: Guiame, com informações de Gospel Herald

Atualizado: Quinta-feira, 17 Março de 2016 as 1:35

Crianças refugiadas sírias na cidade jordaniana de Mafraq, próximo a fronteira com a Síria. (Foto: Reuters/Muhammad Hamed)
Crianças refugiadas sírias na cidade jordaniana de Mafraq, próximo a fronteira com a Síria. (Foto: Reuters/Muhammad Hamed)

Refugiados sírios, que encontraram abrigo na Grécia, estão abraçando o cristianismo e ensinando seus filhos sobre Jesus Cristo e seus princípios de amor e compaixão.

Apenas no início deste ano, mais de 126 mil refugiados entraram na Grécia, e mais de 500 mil no ano passado, de acordo com a BBC. De acordo com um relatório da organização Christian Aid Mission, voluntários cristãos estão trabalhando incansavelmente nessas regiões para ajudar a fornecer alimentos, roupas e cobertores para os recém-chegados.

Estes voluntários conseguem se comunicar com os refugiados sírios, iraquianos e curdos em seus próprios idiomas, permitindo que o amor de Cristo seja compartilhado, de acordo com um líder de equipe do ministério.

A mensagem de amor originada em Jesus se resulta em histórias emocionantes como a de Saddam (nome fictício por razões de segurança). Ele parece ter sido rico na Síria, mas foi amedrontado pela intensa guerra extremista.

No campo de refugiados, Saddam procurou um dos voluntários e, em lágrimas, disse: "Eu preciso de alguém para falar sobre Jesus para mim".

Os voluntários chamaram seu líder, e o homem muçulmano disse: "Todos os países muçulmanos viraram as costas para nós. Todas as nações muçulmanas arrancaram nossos tesouros. Eles nos ensinaram a não confiar nos cristãos, e que eles são mentirosos. Eu vim para a Grécia, e eu e meus filhos nos encontramos no melhor lugar, comendo a melhor comida. Eu encontrei um amor que eu nunca vi. Por favor, me ensinem", disse ele.

Depois de chorar ainda mais, ele reconheceu Jesus como Senhor e Salvador, e disse: "Agora, vocês tem que ensinar os meus filhos. Eles são o futuro. Eles têm que ser cristãos. Nosso tempo é curto. Por favor, os ensine".

Após essa conversa, os líderes do ministério relataram: "Ontem, nossos amigos da escola dominical oraram por dois de seus filhos. Eles estavam sorrindo muito, apesar da dor em seu coração."

Os trabalhadores humanitários fornecem ajuda espiritual, médica e emocional a milhões de refugiados. No entanto, além da necessidade dos itens básicos, há também a necessidade de oração. Interceda por esse ministério.

veja também