Youtube censura vídeo no qual Malafaia criticou postura de Dilma sobre Estado Islâmico

Segundo a própria plataforma internacional de vídeos, o material teria sido removido por "violar a política do Youtube, com relação a conteúdo chocante e repugnante".

fonte: Guiame

Atualizado: Terça-feira, 30 Setembro de 2014 as 2:13

Youtube censura vídeo no qual Malafaia criticou postura de Dilma sobre Estado Islâmico

Conforme noticiado esta na manhã pelo Portal Guiame, na última segunda-feira, 29/09, Silas Malafaia havia publicado um vídeo em seu canal oficial do Youtube, no qual criticou a postura da presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT) com relação ao Estado Islâmico. Porém na tarde desta terça-feira, 30/09, o vídeo foi removido.

Segundo a própria plataforma internacional de vídeos, o material teria sido removido por "violar a política do site, com relação a conteúdo chocante e repugnante".

Dilma discursou recentemente em uma assembleia da Organização das Nações Unidas (ONU), apoiando a luta contra a "islãmofobia".

Fato é que a organização terrorista - citada na mídia como "ISIS" - tem torturado e executado milhares de pessoas que se recusem a professar a fé islâmica.

Malafaia criticou a postura de Dilma, que se posicionou contra os ataques ao grupo terrorista e propôs que a situação se resolvesse "com diálogo".

No site oficial de Malafaia, "Verdade Gospel", uma nota afirmou que o vídeo será publicado em outra plataforma.

www.guiame.com.br 

veja também