Casal que se recusou a alugar sua fazenda para casamento gay é processado e ganha apoio de internautas

Donos da Liberty Ridge norte de Albany, o casal cristão Robert e Cynthia Gifford recusou-se a alugar o local para o casamento de Melisa e Jennie McCarthy, em 2013, citando suas crenças religiosas. Enfrentando um processo desde 2013, o casal tem recebido apoio de internautas de todo os Estados Unidos.

fonte: Guiame, com informações Huffington Post

Atualizado: Quinta-feira, 26 Novembro de 2015 as 6:20

Os proprietários de um local para casamentos que foram multados em 13 mil dólares por violar a lei anti-discriminação de seu Estado argumentaram nesta semana que eles devem ser legalmente autorizados a seguir a sua fé cristã.

Donos da Liberty Ridge norte de Albany, o casal Robert e Cynthia Gifford recusou-se a alugar o local para o casamento de Melisa e Jennie McCarthy, em 2013, citando suas crenças religiosas. Agora, a defesa dos proprietários da fazenda está apelando de uma decisão da Divisão de Direitos Humanos do Estado, com a alegação que eles não violaram a lei de Nova York e está reverter a multa.

"Apoiar esta união [homossexual] seria um ato que iria violar a fé dos Giffords", disse o advogado Caleb Dalton a um painel de cinco juízes da Divisão de Apelação da Suprema Corte estadual.

Dalton, o advogado do grupo 'Aliança em Defesa da Liberdade', disse que sua fé não lhes permite participar de um casamento que não seja entre um homem e uma mulher.

Mariko Hirose, um advogado da União Civil pela Liberdade de Nova York (NYCLU), disse que Melisa e Jennie McCarthy - que agora vivem na área da cidade de Nova York - estavam "de coração partido" quando tiveram sua solicitação de aluguel negada pelo escritório da fazenda dos Giffords. Hirose argumentou que a empresa não pode ser isentas da obrigação de seguir as leis anti-discriminação.

"Nós não devemos ter uma situação em que as pessoas sentem que são inferiores por causa de sua orientação sexual", disse o advogado Michael Swirsky ao tribunal.

Os juízes do tribunal de apelações de nível médio irão emitir uma decisão sobre o caso dentro dos próximos dois meses.

Os proprietários da fazenda participaram da audiência e depois, Cynthia Gifford disse aos repórteres que ela e seu marido apenas estão pedindo ao tribunal que respeite as liberdades sobre as quais a nação dos Estados Unidos da América foi construída.

"Quando o governo te obriga a dizer certas coisas e te pune você se você não o fizer, isso é muito assustador", disse ela. "E todos nós americanos deveríamos estar assustados com isso, não importa qual o nosso posicionamento sobre o caso".

Melisa e Jennie McCarthy não estavam no tribunal, na última segunda-feira, quando aconteceu o julgamento. Melisa McCarthy disse em um comunicado divulgado pela NYCLU que elas se sentem compelidas a continuar sua luta.

"Faremos tudo o que pudermos para ter certeza de que nenhum outro casal terá de lidar com os mesmos sentimentos de tristeza e ansiedade com os quais eu lutei, a partir do momento em que percebi que, embora as leis tenham mudado, casais do mesmo sexo estão longe de ser tratados como iguais", disse ela.


Apoio
Em sua página oficial do Facebook, o pastor Franklin Graham comentou o caso e declarou seu apoio a Robert e Cinthya, afirmando que ele vê nesta história, mais um exemplo de que a fé cristã está sendo atacada.

"Todo mundo parece ter direitos nos dias de hoje, na América, exceto os cristãos! Junte-se a mim em oração pelos Giffords e outros que têm encontrando dificuldade e discriminação por causa de sua fé. Assim podemos fortalecê-los. Incentive-os nos comentários abaixo e deixe-os cientes de que você está orando por eles", escreveu o evangelista em sua publicação.

Até o momento, a postagem do Rev. Graham já tem cerca de 16 mil comentários postados pelos usuários da mídia social.

"Sim e amém! Vocês estão em pé e firmes na fé que Deus lhes dá. Ele vai lutar esta batalha para você e Ele sempre é o Victorioso! Obrigado por levantarem-se contra o mal e perversão da justiça que nos são impostos", escreveu uma internauta nos comentários.

"Mantenham a sua fé. É sempre melhor estar hoje com Jesus Cristo. Ele irá remover todo o mal. Nenhuma arma forjada contra ti não prosperará. Estou orando por vocês. Obrigado por defender os nossos valores cristãos", postou outro internauta.

veja também