"Cristãos devem levar a sério os perigos do pecado", diz Billy Graham

O líder respondeu a uma pergunta num quadro (Minhas Respostas) de seu site onde ele responde questionamentos dos internautas. Ele tem pregado constantemente sobre o salário do pecado.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quarta-feira, 20 Abril de 2016 as 9:56

Graham tem frequentemente pregado e escrito sobre o salário do pecado. (Foto: Divulgação).
Graham tem frequentemente pregado e escrito sobre o salário do pecado. (Foto: Divulgação).

Cristãos devem levar a sério os perigos do pecado que levam a um caminho distante de Deus e entender que nenhum ser humano é perfeito. A frase foi explicada pelo reverendo Billy Graham. "O pecado é como uma doença mortal que toca tudo o que fazemos e tudo o que somos. Sim, você pode ser uma pessoa boa e moral cuja vida não é marcada por pecados óbvios. Mas e sobre seus pensamentos e motivos? E o seu orgulho? E sobre as coisas que você deve fazer, mas não consegue fazer?” disse o líder.

“As pessoas que você deve ajudar, uma pessoa que precisa de uma palavra gentil, a pessoa que você deveria estar orando, mas não ora?”, questionou Billy que já tem 97 anos em um espaço de perguntas e respostas, a seção “Minhas Respostas” do site da Associação Evangelística Billy Graham.

“Alguns cristãos podem esquecer de dois grandes detalhes sobre o pecado. Uma compreensão da profundidade do pecado e o custo do pecado”, afirmou Graham, citando 1 João 1: 8. "Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamos a nós mesmos e a verdade é não está em nós".

Pregação constante

"O pecado é tão grave que custou o próprio Filho de Deus, Jesus Cristo, Sua própria vida. Se Deus leva o pecado a sério, não deveríamos levar também?" questiona Graham. Graham tem frequentemente pregado e escrito sobre o salário do pecado, afirmando em fevereiro que os cristãos devem evitar a sensação de “dormência” sobre o pecado, porque essa dormência é a culpada de pecar contra Deus sem saber se está pecando ou não.

"Não se deixe enganar por seus sentimentos, e não ignore a pequena voz dentro de você que lhe pede para fazer o certo e repreende você quando você fizer algo de errado. Tragicamente, essa voz (que chamamos de nossa consciência) pode se tornar embotada, ou quase silenciada se você se recusar a ouvi-la", explicou Graham, apontando para o aviso importante dado em Hebreus 03:13".

“Junto com o reconhecimento do pecado, os cristãos não devem usar a promessa de salvação como uma desculpa para se entregar ao pecado”, Graham aconselhou na coluna “Minhas Respostas” publicada em Janeiro. “Os cristãos devem evitar ceder ao pecado porque nunca se sabe quando seu tempo na Terra vai acabar, e se a eles será dada uma última oportunidade de se arrepender diante de Deus”, comentou.

"Olhe ao seu redor: quantas pessoas morrem todos os dias, sem qualquer aviso? Um acidente fatal, um ataque cardíaco fulminante e até mesmo um ataque terrorista violento. Estes e uma centena de outros eventos inesperadamente pode cortar a vida e nos levar para a eternidade”, finalizou.

veja também