Roberto de Lucena homenageia John Wesley, celebrando o 'Dia do Coração Aquecido'

Em Brasília, o deputado federal Roberto de Lucena (PV/SP) ressaltou a relevância da data que lembra a experiência espiritual transformadora vivida por John Wesley e explicou que essa experiência tem repercutido até os dias de hoje.

fonte: Guiame, com informações da Assessoria de Imprensa

Atualizado: Quarta-feira, 25 Maio de 2016 as 4:10

Roberto de Lucena é pastor da Igreja O Brasil para Cristo, deputado federal pelo PV / SP e integrante da Frente Parlamentar Evangélica. (Foto: Divulgação)
Roberto de Lucena é pastor da Igreja O Brasil para Cristo, deputado federal pelo PV / SP e integrante da Frente Parlamentar Evangélica. (Foto: Divulgação)

Na última terça-feira (24), foi celebrado o Dia do Coração Aquecido ou Coração Abrasado, que é a data que exalta a experiência espiritual transformadora, vivida pelo líder anglicano e teólogo John Wesley.

Em Brasília, o deputado federal Roberto de Lucena (PV/SP) ressaltou a relevância da data e explicou que essa experiência tem repercutido até os dias de hoje.

John Wesley viveu na Inglaterra durante parte do século XVIII e foi o precursor do movimento metodista. No dia 24 de maio de 1738, na rua Aldersgate, em Londres, Wesley vivenciou uma experiência espiritual marcante, a qual ele narrou em seu diário.

“Por volta das 8h15, enquanto ouvia a preleção sobre a mudança que Deus opera no coração através da fé em Cristo, senti que meu coração ardia de maneira estranha. Senti que, em verdade, eu confiava somente em Cristo para a salvação e que uma certeza me foi dada de que Ele havia tirado meus pecados, em verdade meus, e que me havia salvo da lei do pecado e da morte. Comecei a orar com todo meu poder por aqueles que, de uma maneira especial, me haviam perseguido e insultado. Então testifiquei diante de todos os presentes o que, pela primeira vez, sentia em meu coração”, contou o clérigo.

Pastor e líder da igreja O Brasil para Cristo, Roberto de Lucena explicou que o impacto dessa experiência se desdobrou influenciou positivamente o movimento protestante em toda a Europa. Atualmente já existem mais de 80 milhões de metodistas no mundo.

Já no Brasil, inúmeras igrejas possuem tem suas raízes no movimento wesleyano, como por exemplo da Igreja Metodista do Brasil, da Igreja Metodista Livre, da Igreja Metodista Wesleyana, Exército da Salvação, Holiness Igreja Evangélica e Igreja do Nazareno, entre outras.

“Todas essas igrejas têm em comum, nos seus princípios, a busca da santidade. A santidade espiritual, a santidade da palavra. Desde Wesley, as igrejas têm a visão do evangelho integral, de estar presente na comunidade e de ser resposta às suas necessidades”, lembrou Lucena.

O parlamentar destacou vários fatos históricos relevantes em nível internacional, que foram influenciados pelos influência advindos da experiência de John Wesley, entre eles, a abolição da escravatura.

“Um dos discípulos de Wesley, o parlamentar William Wilberforce propôs a lei que extinguiu a escravatura e proibiu o tráfico dos navios negreiros na Inglaterra. O primeiro programa de distribuição de renda do mundo aconteceu a partir da igreja metodista, que arrecadava recursos e depois distribuía entre os mais desfavorecidos. O modelo de educação metodista até hoje influencia o sistema educacional mundial”, destacou Lucena, fazendo menção ao exemplo da Universidade Metodista em São Paulo.

No ano de 2011, Lucena apresentou um Projeto de Lei (PL de n.º 1413/2011) que institui o Dia Nacional do Metodismo Wesleyano. A proposta já foi aprovada pela Câmara e está prestes a ser votada no Senado.

“É exatamente uma homenagem a esta família Wesleyana espalhada no mundo todo que, além de levar os princípios do evangelho, da pregação da palavra de Deus, leva também um grande trabalho social desenvolvido em todas as frentes em diversos segmentos sociais. É muito importante hoje fazermos um reconhecimento, desta data que é um referencial nesse momento em que o mundo e o Brasil vive uma crise de referenciais”, finalizou o deputado.

veja também