Vereador gay lidera boicoite contra lanchonete fundada por cristãos, nos EUA

O vereador Danny Dromm acusa a rede de lanchonetes 'Chick-Fil-A' de promover uma "forte mensagem anti-LGBT, forçando seus funcionários e voluntários a aderirem a uma política que proíbe o amor entre pessoas do mesmo sexo".

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Sexta-feira, 6 Maio de 2016 as 10:21

Pedestres passam em frente a uma das lojas da rede Chick-Fil-A, em MidTown, Nova York. (Foto: Reuters)
Pedestres passam em frente a uma das lojas da rede Chick-Fil-A, em MidTown, Nova York. (Foto: Reuters)

Conhecida pelo abraçar publicamente os valores cristãos, a popular rede de fast-food 'Chick-fil-A', se prepara para abrir uma nova loja na cidade de Nova York, mais precisamente no bairro 'Queens', neste segundo semnestre de 2016. Porém um vereador apoiado pelo prefeito Bill de Blasio está organizando um boicote à lanchonete. As informações são do NY1 News.

A nova loja do 'Chick-fil-A' deve ser inaugurada no centro comercial 'Queens Center Mall' - que fica próximo ao escritório do vereador Danny Dromm, que já assumiu publicamente sua homossexualidade.

Em resposta ao possível boicote e seu proponente, a 'Chick-fil-A' emitiu um comunicado no qual afirma que não baseia seus métodos de atendimento no preconceito, mas sim no respeito aos seus clientes, independente de sua opção sexual, religião ou raça.

"A Chick-fil-A tem como tradição em nossas lojas, tratar cada pessoa com honra, dignidade e respeito - independentemente da sua crença, raça, credo, orientação sexual ou gênero. Somos uma empresa de lanchonetes composta por 80.000 indivíduos, que representam diferentes origens e crenças, e todos nós estamos focados em oferecer excelente comida, serviço e hospitalidade", disse parte do texto.

Apesar da resposta ao boicote proposto por Dromm, o vereador já havia acusado a empresa no início desta semana de transmitir uma "forte mensagem anti-LGBT, forçando seus funcionários e voluntários a aderirem a uma política que proíbe o amor entre pessoas do mesmo sexo".

Evangélico, o empresário Truett Cathy foi o fundador da conhecida rede de lanchonetes 'Chick-Fil-A' e sempre optou por expressar publicamente sua fé e os valores cristãos. (Foto: Facebook)


Casamento tradicional
O prefeito de Nova York Bill de Blasio também falou sobre sua aversão à rede de lanchonetes durante uma coletiva de imprensa nesta semana, pedindo que os nova-iorquinos não apoiem o restaurante.

"O que os donos do Chick-fil-A têm dito está errado", de Blasio afirmou. "Eu certamente não vou patrociná-los e eu não pediria a qualquer outro nova-iorquino que os amparasse".

Os comentários a que de Blasio se referiu, foram as declarações do presidente da 'Chick-fil-A', Dan Cathy, em 2012, nas quais reforçou a postura da empresa em apoio ao casamento tradicional.

"Sabemos que isto pode não ser bem aceito por todos, mas graças ao Senhor, vivemos em um país onde podemos compartilhar nossos valores e operar em princípios bíblicos", disse o presidente da rede de lanchonentes, segundo a Forbes.

As declarações chegaram a gerar fortes reações por parte de grupos LGBT, que chegaram a organizar protestos em frente a lojas da rede de lanchonetes, promovendo o chamado 'beijaço gay'.

Manifestantes participaram da manifestação em diversas cidades do país, onde a rede possui franquias.

A rede Chick Fil - A também chegou a ser proibida de abrir novas franquias em alguns estados, caso não voltasse atrás em seu posicionamento.

 

veja também